CDUL inicia bem 2016 ao vencer em Monsanto

O campeão nacional Direito foi batido neste domingo em casa (17-12) pelo seu principal rival, mas manteve a liderança da Divisão de Honra, agora com três pontos de avanço sobre os universitários

O clássico desta tarde constituiu um mau ensaio geral para os advogados que não fizeram qualquer ensaio e dentro de uma semana vão receber, no mesmo maltratado pela chuva palco de Monsanto, o campeão espanhol, o VRAC Valladolid, num encontro a contar para a qualificação da Challenge Cup (a Liga Europa do râguebi) da próxima época, mas que também servirá para atribuir a Taça Ibérica 2015, que se encontra na posse dos espanhóis depois de há um ano terem derrotado, em sua casa, o CDUL.

Os visitantes iniciaram a partida a todo o gás e durante o primeiro quarto de hora acantonaram o adversário no seu meio-campo, por força do excelente e competente trabalho executado pela avançada, muito bem dirigida pelo formação Francisco Pinto de Magalhães. E assim foi com toda a naturalidade que, aos 8 minutos, a equipa de Damian Steele inaugurava o marcador após uma sucessão de três mêlées com faltas sucessivas do pack advogado, seguido de imparáveis rucks e mauls até o pilar Bruno Medeiros cair na área de ensaio. E com a conversão de Tiago Girão, o resultado passava para 7-0 favorável ao CDUL.

Mas depois do forte impacto inicial, a pouco e pouco Direito conseguia por fim ir empurrando o jogo para o meio-campo universitário e mesmo sem criar ocasiões de ensaio, reduziu a vantagem adversária para 7-6, através de duas penalidades transformadas por Nuno Sousa Guedes, resultado que se verificava ao intervalo.

Logo no recomeço Sousa Guedes penalizava nova falta no solo do CDUL para passar pela primeira vez a sua equipa para a frente (9-7). O quinze da casa até jogava bem e dominava as operações a seu bel-prazer - para ajudar até Tiago Girão desperdiçava fácil penalidade aos 48 minutos para os forasteiros - mas em menos de 15 minutos, e pese embora todo o esforço de Adérito Esteves, sempre muito empenhado no jogo, tudo iria mudar.

Primeiro numa incrível desconcentração de António Ferrador ao pedir "marco" muito depois de captar uma bola com todo o tempo do mundo. O CDUL recebeu essa dádiva caída do céu, carregou e fez um roubo de bola, com o lance a ser parado só debaixo dos postes - e o ensaio a ficar a centímetros. Mêlée atacante, bola aberta com vantagem... e surgiria o médio de abertura Manuel Costa a conseguir um belo drop que virava o marcador para 10-9, aos 62 minutos.

Na sequência da reviravolta no resultado, uma bela arrancada do 2.ª linha Luís Sousa que percorreu metros sobre metros até encontrar José Maria Vareta só não deu ensaio a Direito devido a fantástica placagem. E do lance apenas sairia um amarelo ao asa Filipe Pereira do CDUL, há pouco entrado.

E mesmo a jogar com menos um os visitantes iriam obter o seu segundo e decisivo ensaio numa sublime iniciativa do ponta nigeriano Joe Ajuwa. A mais recente aquisição universitária (32 anos, e uma impressionante estampa física de 1,87m para 110 quilos), ex-jogador dos Llanelli Scarlets, London Welsh e internacional inglês no circuito mundial de sevens da World Rugby, entrado ao intervalo, mantinha-se esquecido lá na ponta, sem receber a oval, como se fosse um corpo estranho no quinze vice-campeão nacional. Até que se fartou.

Aos 70 minutos decidiu ir buscar uma bola perdida no centro do terreno e forçou o seu caminho literalmente por mais de meia equipa advogada (!), incapaz de travar aquele bulldozer em forma humana que trespassava toda e qualquer oposição surgida pela frente. E no final de fantásticos 40 metros lá transmitiu a oval, chegando ao ponta Gonçalo Foro que mais não teve que concluir em mergulho um ensaio com 99% de assinatura nigeriana. A difícil conversão da lateral seria muito bem conseguida por Manuel Costa, estabelecendo assim os finais 17-12.

Classificação: Direito, 40 pontos; CDUL, 37 pontos; Cascais, 36; Belenenses, 26; Técnico, 24; Agronomia, 24; CDUP, 20; Académica, 18; Lousã, 7; CRAV, 4.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG