Caparica capital das ondas com provas até ao final do mês

Mais de mil atletas de 25 nacionalidades vão participar em 25 eventos no Caparica Primavera Surf Fest entre hoje e o dia 31

A quarta edição do Caparica Primavera Surf Fest arranca hoje e termina no dia 31, e vai levar até às praias do Paraíso e do Dragão Vermelho, na Costa de Caparica, mais de mil atletas de 25 nacionalidades, que vão competir em 25 eventos de desportos de ondas, entre os quais cinco competições internacionais.

"As provas internacionais, uma de bodyboard, uma de longboard e três de surf, são as mais importantes. Vamos começar com a etapa do Europeu de bodyboard, pela primeira vez na Caparica e com os melhores atletas nacionais e europeus; as provas da World Surf League (WSL), com as inscrições esgotadas há várias semanas; e ainda as provas de juniores com bastantes inscritos", contou ao DN o responsável pela organização desportiva do evento, Miguel Inácio, salientando a variedade e qualidade da oferta. "Não vão haver apenas competições. É um festival de ondas, em que as pessoas podem participar e ter aulas de várias modalidades. É um evento para a família. Vamos ter quase 50 stands relativos à indústria do surf e ainda os concertos à noite (ver página 30)", acrescentou.

Para ajudar à festa, espera-se que a chuva dê tréguas. "As competições vão decorrer independentemente das condições climatéricas, desde que as ondas estejam boas, mas com sol e calor há um glamour diferente. Vai chover um bocadinho no primeiro fim de semana, mas a tempestade está a afastar-se. Esperamos sol, calor e boas ondas", vincou o responsável, que frisou a estreia das provas nacionais de desporto escolar no certame. "No ano passado, era apenas um encontro com atletas de todo o país."

Bodyboard abre hostilidades

Em estreia no Caparica Primavera Surf Fest, a etapa do Campeonato Europeu de bodyboard vai ser a primeira competição em disputa nas ondas da Costa de Caparica, entre hoje e sábado. E no fim de semana vai realizar-se a primeira etapa do Campeonato Nacional.

Na vertente masculina, os principais atletas portugueses em ação serão o campeão nacional Daniel Fonseca, 24 anos, e Hugo Pinheiro, 37 anos, múltiplas vezes campeão nacional e considerado um dos melhores bodyboarders lusos de todos os tempos. No entanto, o conceituadíssimo Manuel Centeno e os jovens valores nazarenos Tó Cardoso e Dino Carmo prometem dar luta.

Nas provas femininas, Joana Schenker é superfavorita. A atleta algarvia (ver entrevista ao lado) venceu as três edições do Campeonato Nacional no Caparica Bodyboard Surf Fest e, este ano, além de voltar a participar na pele de campeã nacional e europeia, reforçou o estatuto após conquistar o título mundial em outubro. "A Joana Schenker ganhou todas as edições na Caparica. Mediaticamente, é de facto importante dizer que temos a campeã mundial. É importante para nós, para ela e para o país", frisou Miguel Inácio.

Surf virado para a juventude

As provas de surf arrancam já hoje, com a primeira etapa nacional do desporto escolar. Contudo, a partir de segunda-feira vão para o mar as três provas internacionais da modalidade: o Caparica Pro, etapa do circuito mundial de qualificação (WQS); a etapa de abertura do Circuito Pro Junior da WSL; e o Game On - Matta, para surfistas sub-13.

Desfalcado do antigo competidor do circuito mundial, campeão nacional e finalista do ano passado Pedro Henrique, o Caparica Pro terá como principais figuras Francisco Almeida (natural da Costa de Caparica e um dos melhores surfistas nacionais), Afonso Antunes (jovem promessa de apenas 14 anos e filho do antigo campeão nacional e europeu João Antunes) e Gony Zubizarreta (espanhol radicado em Portugal que ganhou a prova do ano passado e já venceu a Liga MEO).

Nos escalões jovens, o Caparica Junior Pro há muito que tem as inscrições esgotadas. Contudo, uma das principais atrações será o Game On - Matta, um projeto com a participação do treinador francês e referência internacional Didier Piter, que vai interagir e instruir os jovens surfistas selecionados de vários países da Europa. O vencedor da prova receberá um contrato de um ano com a Matta Surf-boards.

Etapa do WQS de longboard

Na próxima semana, será a vez do longboard entrar em ação, com uma etapa do Nacional no dia 25 e uma outra do WQS no fim de semana da Páscoa, esperando-se a presença de nomes como os do inglês múltiplo campeão da Europa, Ben Skinner, ou os conceituados irmãos Del Pero, Edouard e Antoine, de França. Um dos portugueses mais fortes do momento é João Gama, 19 anos, terceiro classificado do Nacional de 2017.

No último dia de competições, 31 de março, o vice-campeão nacional de SUP Wave, Rui Fialho, vai tentar obter algo que nunca conseguiu: vencer em casa, na sua Costa de Caparica.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG