Telma Monteiro renova com o Benfica após intervenção presidencial

Vieira, numa referência indireta ao Sporting, disse que a judoca teve uma "proposta completamente irreal". Novo contrato é até 2021

Telma Monteiro renovou contrato com o Benfica por cinco épocas e colocou um ponto final no impasse que se gerou nas últimas semanas devido ao interesse do Sporting na contratação da judoca, medalha de bronze nos últimos Jogos Olímpicos. O anúncio oficial surgiu ontem à noite através do presidente Luís Filipe Vieira, que no final do discurso no jantar de encerramento da sua campanha chamou ao palanque Domingos Almeida Lima, vice-presidente com o pelouro das modalidades, e a atleta para oficializar o novo vínculo.

"É importante realçar a postura da Telma. Ela não queria sair do Benfica. Foi confrontada com uma proposta completamente irreal para o momento desportivo e para as modalidades em Portugal, mas foi de uma grandeza tão grande e abdicou de tanta coisa que é preciso que todos saibam: a Telma quis ficar no Benfica", disse Vieira, em referência ao convite do Sporting.

Telma Monteiro lembrou a sua "grande ligação ao clube", que já dura há nove anos. "Quero agradecer ao presidente e à estrutura do Benfica por ter apostado em mim. É um grande orgulho. Não foi uma negociação difícil, só tinha um caminho. Não podia ser de outra forma. Tenho sido sempre acarinhada aqui e tenho conseguido corresponder. Estou muito contente por continuar aqui. Prometo títulos porque trabalho para isso. Tenho contrato por cinco anos e tenho a certeza de que virão coisas boas. Tenho 30 anos, mas são 30 anos muito fortes", referiu a judoca.

Reunião decisiva com Vieira

Ao que o DN apurou, no dia de ontem as pretensões de ambas as partes aproximaram-se bastante com a entrada em cena de Luís Filipe Vieira, que chamou a si a condução do dossiê, e aquilo que parecia um problema terminou com um final feliz.

Como o DN escreveu na edição da última terça-feira, o Sporting mostrou interesse, pela primeira vez, em Telma Monteiro ainda no Rio de Janeiro. O clube leonino, através de um emissário, fez saber à atleta que estava bastante interessado em contar com o seu concurso. O tempo foi passando, mas o entusiasmo verde e branco não esmoreceu, apesar de a judoca ter referido a quem a contactou que se sentia bem no Benfica e que era seu desejo permanecer na Luz e renovar o contrato que expira no final do ano.

Nas últimas semanas, Telma Monteiro esteve de férias mas quando regressou ficou a saber informalmente daquilo que o Sporting podia oferecer para a ter nas suas fileiras. Mesmo assim, a judoca continuou a dar primazia ao Benfica, apesar de os leões acenarem com um contrato mais vantajoso do ponto de vista financeiro do que aquele que a judoca tinha em vigor na Luz.

Na última semana, Telma foi conversando com o Benfica sem haver uma grande convergência de ideias que pudesse levar ao prolongamento do contrato. Aliás, ontem de manhã fontes contactadas pelo DN davam como muito provável a mudança da judoca para Alvalade, contudo, na parte da tarde, as coisas mudaram e a atleta e o Benfica, através de Luís Filipe Vieira, que até aí tinha apenas delegado, chegaram a um acordo

Refira-se que ontem de manhã, Fernando Tavares, vice-presidente que é eleito hoje e que deve ficar com o pelouro das modalidades, respondia a um internauta no Facebook dizendo que esperava que Telma Monteiro não rumasse ao Sporting, dando assim um franco sinal de esperança em manter aquela que é agora a figura de proa do projeto olímpico do Benfica, principalmente depois da saída de Nélson Évora... para o Sporting.

Aliás, foi Fernando Tavares o "pai" do projeto olímpico do Benfica e o responsável pela contratação de Telma Monteiro - assim como de Nelson Évora.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG