"Grupo merece o que conquistámos"

Treinador do Benfica considera justa a vitória do Benfica em São Petersburgo

Rui Vitória, treinador do Benfica, considera que a vitória desta quarta-feira frente ao Zenit, por 2-1, foi "justa". O técnico elogiou os seus jogadores e diz que, por enquanto, não quer pensar no futuro das águias na Liga dos Campeões.

"Esta é uma vitória dos jogadores, um grupo de trabalho fantástico, que trabalha muito e merece o que conquistámos. Aos jogadores que ficaram em Lisboa lesionados, sempre a colaborar e pensamento positivo. E ao nosso presidente, a figura do clube que mantém a estabilidade e permite ganhar mais vezes. E aos adeptos que fizeram 5.000 quilómetros para estar aqui e aos que estão em Lisboa", começou por dizer o treinador em declarações à RTP, resumindo depois a partida.

"Estive nervoso, agitado, mas estamos nos quartos de final da Liga dos Campeões. Mas é uma vitória justa. Parece-me claramente correta. A minha equipa foi muito personalizada, sabia o que vinha cá fazer, a saber o que fazer defensivamente. Nem a contrariedade do lance [do golo] nos mudou. Vínhamos com missão de defender bem e fazer golos. Conseguimos fazer. Depois do golo houve disponibilidade e vontade de campeão e fomos à procura da nossa sorte. Merecemos. Estamos nos 'quartos'", disse, sem querer traçar os objetivos das águias nesta prova.

"O objetivo é sempre o próximo jogo. Não andamos ao sabor do que é um resultado de um adversário, do que se fala no exterior, mas do que queremos e do nosso trabalho, sempre focados em nós. Quando assim é, não estamos tão dependentes dos fatores exteriores. Temos motivação intrínseca fantástica. Os jogadores com prazer em jogar, com alegria, personalidade muito grande. Sou um treinador satisfeito, feliz, orgulho pelos jogadores e clube. Juntamente a tudo isso é o orgulho de ver jogadores tão novos. Na lista de convocados temos seis/sete da formação do Benfica nesse processo e sucesso", observou.

Exclusivos