Eusébio e Coluna homenageados no parlamento

Cerimónia organizada pela Associação de Benfiquistas no Parlamento conta com Luís Filipe Vieira e Ferro Rodrigues

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, vai homenagear os antigos futebolistas Eusébio e Coluna na Assembleia da República, em 19 de janeiro, numa cerimónia organizada pela Associação de Benfiquistas no Parlamento (ABP).

Segundo a ABP, fundada em junho para congregar deputados, antigos parlamentares e funcionários e assessores 'encarnados' do Palácio de São Bento, o evento vai ser presidido pelo próprio Ferro Rodrigues, segundo magistrado da nação.

"É um motivo de grande júbilo da ABP poder juntar duas altas personalidades da vida pública nacional [Presidente da Assembleia da República e Vieira] numa justa homenagem a duas das maiores figuras de sempre do futebol nacional. A par disso, o facto de podermos desenvolver ações de solidariedade e apoio social a ex-atletas de todas as modalidades constitui motivo de grande orgulho", disse à Lusa o líder da ABP, António Lourenço, consultor do parlamento para assuntos económicos e também da União Europeia.

A ABP conta com personalidades de PSD, PS, CDS-PP e PCP e os antigos jogadores benfiquistas Rui Costa e Toni, por exemplo. "Queremos fazer jus ao lema do Benfica: 'de todos, um'... ("et pluribus unum")", concluiu António Lourenço.

O objetivo da ABP passa por realizar uma sessão anual do género, "mediante a atribuição de um prémio, cujo regulamento e nome estão em estudo e carecem de ser acordados com o Benfica e a Fundação Benfica, destinado a antigos desportistas".

A cerimónia, que incluiu um jantar solidário no restaurante do edifício novo da Assembleia da República, esteve inicialmente prevista para 15 de janeiro, mas uma deslocação inadiável de Vieira à China adiou-a para 19 de janeiro.

Os antigos internacionais portugueses de futebol e benfiquistas António Simões e José Augusto também vão testemunhar no evento a sua experiência "do tempo em que partilharam os relvados, os balneários, viagens e grandes momentos com os dois monstros sagrados [Eusébio e Coluna] do futebol nacional".

A ABP pretende levar a cabo "ações de índole social para apoiar ex-atletas que careçam de auxílio, mediante um fundo solidário já constituído junto da Caixa Geral de Depósitos", além de "promover uma reflexão pública" sobre o assunto, "visando encontrar soluções que dignifiquem a vida daqueles cidadãos".

Entre as forças políticas representadas faltam o BE e o PAN. Os bloquistas justificaram o tamanho do seu grupo parlamentar para não indicarem alguém para a ABP, enquanto o PAN não foi contactado, "por opção, uma vez que o seu deputado não é benfiquista".

Entre os vice-presidentes de António Lourenço, fundador do grupo desportivo da Assembleia da República, em 1992, contam-se os deputados João Rebelo (CDS-PP), Hortense Martins (PS) e Sérgio Azevedo (PSD), enquanto a comunista Rita Rato e o ecologista José Luís Ferreira ficaram como suplentes.

A Mesa da Assembleia-Geral da ABP é liderada por Telmo Correia (CDS-PP) e, na sua ausência, pela socialista Maria Antónia Almeida Santos. O órgão consultivo - Conselho Superior - contará com Gomes da Silva (PSD) e outros antigos deputados benfiquistas como José Ribeiro e Castro (CDS-PP), Fernando Seara (PSD) e Correia de Jesus (PSD), Alberto Arons de Carvalho (PS) e Ramos Preto (PS) ou Honório Novo (PCP).

O referido Conselho Superior integra ainda os antigos futebolistas, treinadores ou dirigentes do Benfica como Rui Costa, ?Toni', Simões, José Augusto, Nuno 'Gomes' e Paulo Madeira, entre outros.

Uma associação do género foi criada em São Bento em março de 2015, mas dedicada aos rivais 'leoninos', o Núcleo do Sporting da Assembleia da República.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG