Alex Ferguson operado de urgência após hemorragia cerebral

Antigo treinador do Manchester United foi internado em estado grave. Clube de Mourinho diz que a operação correu bem

Na semana em que se cumprem 35 anos do primeiro troféu europeu - Taça das Taças - conquistado ao serviço do Aberdeen, diante do Real Madrid, Sir Alex Ferguson disputa o maior desafio da sua vida.

As informações não abundam, mas o que se sabe é que o escocês de 76 anos sofreu anteontem uma hemorragia cerebral, o que o levou a ser operado de urgência no Salford Royal Hospital.

Não transpira para a opinião pública quão grave é a situação de saúde do escocês, mas os jornais ingleses escrevem neste domingo que Alex Ferguson está a lutar pela vida no hospital.

Sabe-se que o seu filho, Darren Ferguson, já não orientou a equipa que lidera, o Doncaster, na sexta--feira e, segundo informações do The Telegraph, Ferguson poderá ter tido um acidente vascular cerebral.

O Manchester United foi praticamente obrigado a reagir perante a sequência de notícias sobre o titulado treinador. "Sir Alex Ferguson foi submetido a uma cirurgia de emergência por causa de uma hemorragia cerebral. O procedimento correu muito bem, mas ele precisa de um período nos cuidados intensivos para otimizar a sua recuperação. A família pede privacidade", pode ler-se no comunicado partilhado pelos red devils com a Associated Press.

Nada fazia prever esta situação, inclusivamente faz hoje oito dias que o Manchester United recebeu o Arsenal e o Manchester United decidiu homenagear Arsène Wenger pelo seu adeus no final da temporada ao clube londrino. Para a ocasião, Alex Ferguson foi ao relvado entregar uma prenda do Manchester United ao técnico com quem disputou árduas batalhas.

Sendo Ferguson uma pessoa do desporto apreciada globalmente, foi sem surpresa que os clubes rivais como Arsenal, Chelsea, Manchester City e ainda UEFA e FIFA se tenham apressado a deixar mensagens de melhoras. O guarda-redes espanhol De Gea, que chegou a Old Traford pela sua mão, publicou uma mensagem mostrando que estava a rezar por Alex Ferguson.

O seu antigo capitão, Michael Carrick, "pediu" mesmo ao ex-treinador para que se mantenha forte.

Alex Ferguson, de 76 anos, terminou a carreira de treinador em 2013, após quase 27 anos no comando técnico dos red devils - que assumiu em 1986 -, período em que conquistou 39 títulos, entre os quais 13 campeonatos de Inglaterra e duas Ligas dos Campeões, em 1999 e 2008, a última das quais com Cristiano Ronaldo e Nani no plantel do Manchester United.

Alex Ferguson tem muitas ligações ao futebol português. Na época 1983/84, o "seu" Aberdeen foi eliminado pelo FC Porto de Pedroto (e António Morais)nas meias-finais da Taça das Taças. Vinte temporadas mais tarde, precisamente havia de ser o FC Porto de José Mourinho a afastar os red devils dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões que acabaria por ser conquistada pelos dragões.

Na sua equipa técnica teve, em duas ocasiões, Carlos Queiroz como principal adjunto.

Entre os jogadores que comandou em ​​​​​​​Old Trafford, é inevitável falarmos de Nani e Cristiano Ronaldo, a quem nunca deixou de elogiar apesar de uma pequena zanga quando o madeirense quis sair em 2008 para o Real Madrid. Teve de esperar um ano.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG