Vhils estreia obra multimédia em colaboração com Fatboy Slim

A segunda edição em Londres do festival Iminente, que junta música e arte, decorre entre sexta-feira e domingo e inclui a estreia de uma obra da autoria do artista português Vhils e do DJ britânico Fatboy Slim.

"Sinto-me muito honrado por colaborar com um ícone da cultura global, cuja música faz parte da banda sonora das nossas vidas", afirmou Vhils sobre esta colaboração. "Fatboy Slim é um artista destemido e visionário." O DJ foi uma das surpresas na primeira edição do festival em Lisboa, em setembro no Panorâmico de Monsanto, tendo atuado no final da primeira noite num espetáculo não anunciado. "A peça multimédia combina vídeo e música e foi criada num formato de intercâmbio cultural que viu cada um dos artistas visitar o estúdio do outro em Portugal em Inglaterra", refere a organização em comunicado.

Esta será a segunda edição do festival Imimente em Londres, um evento "explosivo, que tem por missão mostrar a nova música e nova arte de raízes lusófonas e internacionais numa experiência de intensa intimidade coletiva", e que vai levar "a alma de Lisboa ao coração de Londres" durante três dias, tal como se lê na apresentação. Com curadoria de Vhils e da galeria Underdogs, de Lisboa. o Iminente regressa à The Old Truman Brewery, em Brick Lane, que acolheu a primeira edição da iniciativa na capital britânica em julho do ano passado.

O alinhamento de artes visuais inclui, além da colaboração entre Vhils e Fatboy Slim, o britânico D*Face, os portugueses berru collective, Phomer, Robert Panda, The Empty Belly, Vhils e a dupla espanhola PichiAvo.

Além das intervenções, que estarão espalhadas pelo recinto, a Underdogs terá no local uma loja de edições e publicações, assim como uma mostra de peças únicas de vários dos artistas que representa - artistas internacionais como Shepard Fairey, Anthony Lister e WK Interact, e portugueses como ±MaisMenos±, AkaCorleone, André da Loba, Mário Belém ou Wasted Rita, entre outros.

Do cartaz musical fazem parte, entre outros, os portugueses Kwan, Slimcutz, X-Acto, Yen Sung, Rita Maia, Da Chick e Magazino e os norte-americanos Black Milk & Nat Turner Band.

O festival Iminente realizou-se pela primeira vez em Oeiras, em 2016. No ano seguinte, o Jardim Municipal daquela cidade voltou a acolher a iniciativa. Este ano, o Iminente realizou-se em Lisboa, no Panorâmico de Monsanto, onde irá manter-se até 2020.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG