Uma banana colada à parede com fita adesiva. Valeu 108 mil euros

A obra, da autoria de Maurizio Cattelan, foi a leilão na feira de arte Art Basel Miami Beach.

Uma banana, colada à parede com fita adesiva cinzenta. Foi esta obra de arte foi adquirida por 120 mil dólares (108 mil euros) na feira de arte Art Basel Miami Beach, nos EUA. Da autoria do artista italiano, esta era a segunda de três edições da mesma obra. A terceira deverá ainda ser leiloada e espera-se que atinja valores ainda mais elevados.

Segundo a galeria Perrotin, fundada em Paris e que tem uma longa ligação ao artista, esta é a primeira obra a ser exibida numa feira de arte pelo controverso Cattelan em 15 anos.

Chamada "Comedian", a obra é constituída por uma banana comprada numa mercearia de Miami e de um pedaço de fita adesiva.

"As bananas são um símbolo do comércio global, têm um duplo sentido, além de serem um objeto clássico de humor", explicou à CNN Emmanuel Perrotin, da galeria com o mesmo nome.

"As bananas são um símbolo do comércio global, têm um duplo sentido, além de serem um objeto clássico de humor"

A verdade é que a obra não vem com manual de instruções e caberá ao seu novo dono decidir o que fazer quando a banana começar a entrar em decomposição.

De acordo com um comunicado da galeria Perrotin, Cattelan teve a ideia para esta obra há cerca de um ano. Na altura, o projeto passava por uma escultura em forma de banana e por isso, "sempre que ele viajava trazia uma banana com ele e pendurava-a na parede do quarto de hotel para se inspirar". Depois de fazer alguns modelos em materiais como a resina ou o bronze pintado, o artista acabou por voltar à ideia da banana original.

Nascido em Pádua em 1960 Cattelan ganhou fama graças às suas esculturas que desafiam a cultura popular. Uma das suas obras, uma sanita em ouro de 18 quilates no valor de seis milhões de dólares foi notícia em setembro quando foi roubada do palácio de Bleinheim, em Inglaterra.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG