Exclusivo Quem quer viver para sempre? As lendas…

Carismático, provocador e senhor de uma voz única, Freddie Mercury, uma das maiores estrelas de sempre da música pop/rock, faria este domingo 75 anos. Mas se a sua vida foi tão breve como intensa, a lenda e as canções continuam a ser transmitidas de geração em geração.

É uma daquelas notícias que qualquer pessoa com mais de 40 anos recorda com nitidez fotográfica: onde e com quem estava às primeiras horas de 25 de novembro de 1991, quando soube que Freddie Mercury tinha morrido? Lembra-se de tudo com uma riqueza de pormenores que não acompanha memórias mais recentes? E o mesmo só lhe acontece, se excluirmos o que é pessoal e intransmissível a cada um, com o 11 de Setembro de 2001 ou com a morte da princesa Diana?

Se tivéssemos atendido aos sinais, talvez o golpe não tivesse sido tão fulminante, mas, num mundo de poucas certezas, a voz de Freddie Mercury resgatava-nos às tarefas sem alma e aos amores remediados. "I"m a shooting star leaping through the sky/Like a tiger defying the laws of gravity/Don"t stop me now", cantava. E nós voávamos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG