Nomeada para melhor atriz recebe "prémio" de pior atriz dos "Razzies"

Os Óscares são entregues este domingo mas hoje foram anunciados os prémios que ninguém na indústria cinematográfica gosta de receber.

"Razzies" - diminutivo de Golden Raspberries (Framboesas Douradas). São os Óscares ao contrário, os prémios para os piores desempenhos cinematográficos, decididos por um painel de mais de 600 pessoas (jornalistas, profissionais do setor, internautas, etc.) E foram anunciados hoje (há muitos anos que não há uma cerimónia de atribuição).

O caso mais interessante é o de Melissa McCarthy. Recebeu o "Razzie" de Pior Atriz - mas ao mesmo tempo disputa o Óscar de melhor atriz pela sua performance no filme "Can you ever forgive me" (ver vídeo em baixo).

O "Razzie" de Melissa não lhe foi no entanto atribuído pelo desempenho no filme pelo qual foi nomeada para os óscares. Antes pelo que fez em "The Happy Time Murders" e "Life of the party".

Se conseguir os dois prémios - mas nada aponta nesse sentido - Melissa não será no entanto a primeira a conseguir no mesmo ano ser a melhor e a pior. Sandra Bullock conseguiu isso em 2010. Melhor atriz nos Óscares pelo seu papel em The Blind Side e o de pior atriz por All About Steve.

Holmes and Watson, uma sátira sobre Sherlock Holmes e o seu assistente Watson, com John C. Reilly e Will Ferrell como protagonistas - filme arrasado pela crítica - recebeu quatro "Razzies", incluindo nestes o de Pior Filme e o de Pior Ator Secundário (para Reilly).

A lista completa dos "Razzies"

Pior filme - "Holmes & Watson"

Pior atriz - Melissa McCarthy (por "The Happytime Murders" "Life of the Party")

Razzie da Redenção - Melissa McCarthy ("Can you ever forgive me?")

Pior ator - Donald J Trump (a fazer dele próprio) e pelos documentários "Morte de uma nação" e "Fahrenheit 11/9"

Pior ator secundário - John C. Reilly ("Holmes & Watson")

Pior atriz secundária - Kellyanne Conway (a fazer dela própria) em "Fahrenheit 11/9"

Pior combinação no ecrã - Donald J. Trump & A sua beleza auto perpetuada (em "Morte de uma não" e "Fahrenheit 11/9")

Pior "remake" - "Holmes & Watson"

Pior realizador - Etan Cohen (por "Holmes & Watson)

Pior argumento - "Fifty Shades Freed", de Niall Leonard, a partir do romance de EL James

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG