SIC: "Não somos uma estação de bazófia. Temos de continuar com o pé no acelerador"

Segunda-feira à tarde a SIC festejou - a liderança, conquistada em fevereiro, e a nova grelha, que arranca agora. Volta "Casados à Primeira Vista", estreia "Nazaré" e continua "Golpe de Sorte". Na informação, "Polígrafo" é diário até as eleições.

Ocupando agora o posto de televisão generalista mais vista, a SIC voltou ao Teatro Capitólio, no Parque Mayer, em Lisboa, onde há um ano apresentou os novos programas e a arma de destruição maciça chamada Cristina Ferreira. O que era uma ameaça, tornou-se numa certeza. Do palco, Francisco Pedro Balsemão, CEO da Imprensa, festejou, lembrou os quase quatro pontos de distância encurtados à concorrência e deu o tom à festa.

"Chegámos ao topo e é otimo, estamos a comemorar as nossas vitórias, mas não somos uma estação de bazófia. Temos de continuar a meter o pé no acelerador, para continuar a ter as melhores pessoas e a melhor tecnologia", pediu, lembrando as conquistas no entretenimento e ficção, mas também na informação, "talvez a nossa principal marca".

A apresentação da grelha foi feita sem poupar a esforços. Com trajes de festa, brilhos, explosões de confetis, pipocas e as principais estrelas da estação em ação. Na plateia, a SIC em peso à espera das novidades da temporada de outono/inverno.

Rodrigo Guedes de Carvalho e Clara de Sousa, rostos do "Jornal da Noite", falaram sobre reportagem - a grande e a especial -, o comentário de Marques Mendes e, em ano de legislativas, a operação que a estação prepara para acompanhar a campanha eleitoral e a noite em que se conhecem os resultados. As eleições, a 6 de outubro, coincidem com o 27.º aniversário da estação.

Bernardo Ferrão, editor de política da SIC, anunciou o regresso, a 17 de setembro, da rubrica "Polígrafo", em formato "Especial Legislativas", de segunda a sexta-feira. Estará em competição com o humor de "Gente que Não Sabe Estar", de Ricardo Araújo Pereira, a aposta da TVI para a campanha eleitoral.

A SIC voltou a garantir os direitos de transmissão da Liga Europa, em que jogam quatro equipas portuguesas - FC Porto, Sporting, Vitória de Guimarães e Sporting de Braga.

No entretenimento, vem aí uma segunda temporada do reality show "Casados à Primeira Vista", o tal em que casais que não se conhecem aceitam casar-se com estranho. E celebram-se os dez anos de "Alta Definição".

No cinema, a animação está em destaque - "Coco", "Ferdinando" ou "The Boss Baby" - mas também foram adquiridos os direitos de "Velocidade Furiosa 8", "Spider Man" ou "Um Crime no Expresso Oriente".

João Manzarra estreia novo formato, "Árvore dos Desejos", um programa a puxar a emoção em que crianças pedem desejos para outras pessoas, como andar de avião, andar de balão ou conhecer um sítio novo.

Esta terça-feira arranca a terceira temporada de "Golpe de Sorte", a série com Maria João Abreu, milionária depois de ganhar o Euromilhões e mãe de um filho desaparecido.

A novela "Nazaré", que estreou esta terça-feira à noite, e é protagonizada por Carolina Loureiro, José Mata e Afonso Pimentel, é uma das primeiras novidades. "Terra Brava", com Mariana Monteiro e João Catarré, é a outra produção que a SIC tem em marcha. No elenco, estão também Maria João Luís, Luciana Abreu, Fernando Luís, Sara Matos, João Reis, Adriano Luz, Diogo Valsassina, Diogo Amaral e Virgílio Castelo - que regressa à ficção do canal.

Globos de Ouro, a nova missão de Cristina Ferreira

A apresentação deste ano coincidiu com aniversário da apresentadora Cristina Ferreira. Que tem uma nova missão: a apresentação dos Globos de Ouro. A gala que premeia o talento nacional acontece em nova data - 29 de setembro - em vez do habitual mês de maio.

"Não há a noção de como uma única gala dá tanto trabalho. Tenho agora felizmente a sorte de a poder apresentar. Celebramos os melhores do país e conseguimos introduzir novas categorias", disse a apresentadora, que a menos de um mês da grande noite deu a conhecer os nomeados na categoria revelação, a única em que os espectadores vão poder votar: Alba Baptista, Conan Osíris, Isabela Valadeiro, João Félix e Pedro Teixeira da Mota.

No final desta intervenção, com a ajuda da imitadora oficial de Cristina Ferreira (a atriz Joana Pais de Brito) houve "parabéns a vocês" e bolo para a apresentadora, mas também referência ao ator Ângelo Rodrigues (que esta segunda-feira também fez anos), hospitalizado devido a uma infeção e agora a recuperar.

Exclusivos

Premium

Livro

Antes delas... ninguém: mulheres que desafiaram o domínio masculino

As Primeiras - Pioneiras Portuguesas num Mundo de Homens é o livro com as biografias de 59 mulheres que se atreveram a entrar nas profissões só de homens. O DN desvenda-lhe aqui oito dessas histórias, da barrista Rosa Ramalho à calceteira Lurdes Baptista ou às 'Seis Marias' enfermeiras-paraqueditas, entre outras