Morreu o icónico apresentador de TV Regis Philbin aos 88 anos

Regis Philbin, o apresentador norte-americano que partilhou a sua vida com os telespetadores durante décadas durante as manhãs e que ajudou alguns fãs a enriquecer com o programa "Quem Quer Ser Milionário", morreu aos 88 anos.

Philbin morreu de causas naturais na sexta-feira à noite, um mês antes do seu 89.º aniversário, de acordo com uma declaração da família divulgada pelo gestor Lewis Kay.

"Tenho um pouco de ansiedade", disse Philbin à Associated Press em 2008, quando lhe perguntaram como é que ele faz um espetáculo todos os dias.

Acordava de manhã e pensava: "O que fiz eu ontem à noite de que posso falar? O que há de novo no jornal? Como vamos preencher esses 20 minutos"?"

"Não vou dizer que resulta sempre brilhantemente, mas de alguma forma ligamo-nos mais vezes do que não o fazemos", acrescentou Philbin.

"Um dos grandes da história da televisão, Regis Philbin passou para ondas ainda maiores", disse o Presidente Donald Trump num tweet. "Era uma pessoa fantástica, e meu amigo".

Depois de ter entrado numa carreira de entretenimento ao estacionar carros numa estação de televisão de Los Angeles, Philbin registou mais de 15 mil horas no ar, ganhando reconhecimento no Livro Guinness dos Recordes Mundiais pelo maior número de horas transmitidas por uma só personalidade da televisão, um recorde anteriormente mantido por Hugh Downs.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG