Judite Sousa anuncia que vai deixar a TVI

A jornalista esteve oito anos na estação de Queluz de Baixo.

Oito anos após deixar a RTP para ser um dos rostos de informação da TVI, Judite Sousa anunciou esta quarta-feira que decidiu deixar a estação de Queluz de Baixo, onde ocupa o cargo de diretora-adjunta de informação.

"Depois de uma longa e serena ponderação, decidi terminar a minha relação profissional com a TVI. Foram oito anos que me permitiram, em total liberdade, vivenciar a paixão pelo jornalismo com sentido de dever e responsabilidade ao serviço de uma empresa privada", escreveu a jornalista no Instagram.

No comunicado que publicou na rede social, Judite Sousa expressa "gratidão" a todos os companheiros de trabalho das "diferentes áreas da empresa" e lembrou que "os últimos anos foram particularmente difíceis", tendo encontrado "sinais de conforto" nos colegas.

A jornalista fez questão de agradecer a José Alberto Carvalho, que a "desafiou para esta viagem, com amizade, em 2011". Ao diretor da TVI, Sérgio Figueiredo, deixa também uma palavra de agradecimento pelas "oportunidades profissionais" que lhe proporcinou "nestes últimos quatro anos" e que a ajudaram "a ultrapassar momentos mais difíceis" da sua vida.

Judite Sousa termina o comunicado dirigindo-se a quem seguia o seu trabalho pela televisão. "Finalmente, uma palavra aos espectadores da TVI cujo carinho e apoio nunca me faltaram", conclui.

TVI destaca "profissionalismo" e "dedicação" da jornalista

Em comunicado, a TVI adianta que esta decisão "foi tomada de comum acordo depois de, em inteira liberdade e consciência, a jornalista ter demonstrado a sua vontade em terminar este ciclo da sua carreira".

"Por vontade sua, e depois de um longo percurso em que a jornalista dedicou a vida profissional à informação e ao setor, de forma isenta e profissional e com o inequívoco reconhecimento dos espetadores e dos portugueses pelo mundo fora, as partes chegaram a acordo relativamente ao término deste vínculo profissional", lê-se na mesma nota, divulgada depois do comunicado de Judite de Sousa.

"A TVI, tendo acedido, não pode deixar de mencionar e realçar o enorme reconhecimento do profissionalismo e da dedicação que sempre pautaram a conduta de Judite Sousa, em representação da TVI junto dos seus espetadores desde o primeiro dia que se juntou a esta empresa do grupo Media Capital", destaca o canal na mesma nota.

A Media Capital, dona da TVI, está em negociações avançadas para ser adquirida pela Cofina, que detém o Correio da Manhã. O negócio deverá estar concluído no primeiro semestre de 2020.

Atualizado às 18:14.