Há um português na corrida aos Emmys

O motion designer Filipe Carvalho está nomeado na categoria de melhor genérico com a série de ficção científica "Counterpart"

A cerimónia de entrega dos Emmys acontece em setembro, com transmissão na NBC, e há a hipótese de ouvir o nome de um português entre os vencedores. O motion designer Filipe Carvalho é um dos nomeados na 70ª edição dos prémios que distinguem as produções televisivas norte-americanas.

O português está na corrida com o trabalho desenvolvido na série de ficção científica "Counterpart" na categoria de melhor genérico. "Bem não sei como dizer isto da melhor forma, por isso aqui vai: estou nomeado para um Emmy", revelou na rede social Facebook.

Este é o genérico da série, assinado pelo português, que mereceu a nomeação para a edição deste ano dos Emmys. Veja o vídeo:

A nomeação é já o reconhecimento pela carreira internacional do português, cujo trabalho pode ser visto nos genéricos de filmes como "Thor: o Mundo das Trevas", "O Fantástico Homem Aranha 2" e as séries "Guerra dos Tronos" e "Cosmos - A Spacetime Odyssey".

Começou como web designer, mas foi o trabalho como motion designer que o levou a conquistar o mercado internacional com a sua visão e arte. 2009 foi o ano que arriscou e tentou a sorte no mercado norte-americano ao enviar um e-mail para o estúdio Digital Kitchen - responsável por séries como "True Blood", "Sete Palmos de Terra". A partir desse momento nunca mais parou. O trabalho deste português para séries e filmes norte-americanos pode ser visto, também, através do site http://randomthoughtpattern.com/

O estilo do português que mistura "fotografia, tipografia e cinema", como descreveu em entrevista ao Dinheiro Vivo , em 2015, chama a atenção aos estúdios norte-americanos que o levaram a trabalhar com a HBO, Fox ou Marvel.

"O que faço é criar um conceito visual. Tento arranjar as imagens para o genérico, ou o que eu acho que deve ser o genérico, que depois é construído a partir delas", explicou em declarações ao Público.

Filipe Carvalho tem partilhado a sua visão e trabalho não só no pequeno ecrã e na Sétima Arte, mas também em várias conferências de festivais de criativos como o OFF de Barcelona, em 2015, e o de Milão, em 2018, e o FITC, em Amesterdão, em 2016.

A gala da 70.ª edição dos Emmys acontece a 17 de setembro, mas a cerimónia de entrega dos prémios técnicos realiza-se nos dias 8 e 9 do mesmo mês. E Filipe Carvalho vai lá estar.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.