É oficial: vem aí "Matrix 4"

Keanu Reeves e Carrie-Anne Moss regressam nos papéis principais do filme que terá atrás das câmaras Lana Wachowski. Produção prevista para 2020. Filmes anteriores renderam mais de 1,6 mil milhões de dólares.

Neo e Trinity vão regressar para mais uma aventura de Matrix, o quarto filme da série, revelou esta terça-feira a revista americana Variety, com Keanu Reeves e Carrie-Anne Moss nos papéis principais. Atrás das câmaras estará Lana Wachowski que, com a irmã Lilly, escreveu e realizou os três primeiros filmes (Matrix, Matrix Reloaded e Matrix Revolutions).

Escreve a Variety que desta vez será apenas Lana a escrever e dirigir o filme que contará, de novo, com Keanu Reeves e Carrie-Anne Moss nos papéis de Neo e Trinity.

"Nós não poderíamos estar mais entusiasmados em regressar a The Matrix com a Lana", afirmou Toby Emmerich, presidente do Warner Bros. Picture Group. "Lana é uma verdadeira visionária - uma cineasta criativa singular e original - e estamos animados por ela escrever, dirigir e produzir este novo capítulo do universo The Matrix."

O argumento está a ser também escrito por Aleksandar Hemon e David Mitchell. Na produção, Grant Hill acompanha Wachowski e fontes citadas pela revista da especialidade indicam que o filme começará a ser produzido já no próximo ano.

Segundo a Variety, a Warner Bros. tinha tentado nos últimos dois anos encontrar uma maneira de regressar a este universo, mas teve de se preocupar sobre quem detinha os direitos de produção, o que atrasou o projeto.

Com este anúncio, o estúdio assistiu ao que a revista descreve como uma tempestade perfeita, com um verão demolidor nas bilheteiras de dois filmes com Keanu Reeves: John Wick 3 e Toy Story 4 - e agora o guião de Wachowski que deixou o estúdio e o ator entusiasmados com um possível regresso de Matrix, hoje confirmado.

Não admira o entusiasmo da Warner e de Reeves: Matrix, Matrix Reloaded e Matrix Revolutions renderam mais de 1,6 mil milhões de dólares (cerca de 1,4 mil milhões de euros) nas bilheteiras de todo o mundo. Os três primeiros filmes foram realizados pela dupla Wachowski, mas então com os nomes de Larry e Andy (Lana e Lilly assumiram-se como mulheres transgénero em 2012 e 2016, respetivamente).

"Muitas das ideias que a Lilly e eu exploramos há 20 anos sobre a nossa realidade são ainda mais relevantes agora. Estou muito feliz por ter esses personagens na minha vida e grata por outra oportunidade de trabalhar com os meus brilhantes amigos", disse Wachowski.

Este ano passam duas décadas sobre o primeiro Matrix, que será assinalado nos EUA com exibições especiais em locais selecionados a partir de 30 de agosto.