Fundador da revista 'Le Nouvel Observateur' morre aos 99 anos

Jornalista francês Jean Daniel liderou a revista francesa entre 1964 e 2008

O jornalista francês Jean Daniel, fundador da revista Le Nouvel Observateur, faleceu aos 99 anos, anunciou nesta quinta-feira a L'Obs (como a publicação é chamada agora) no seu site oficial.

"Faleceu aos 99 anos, após uma longa vida de paixão, compromisso e criação", afirma a L'Obs no obituário.

"O jornalista francês de maior prestígio faleceu. Ele foi, ao mesmo tempo, testemunha, ator e consciência deste mundo", completou a revista.

Em 1964, Jean Daniel, uma das grandes referências da esquerda francesa, fundou ao lado do empresário Claude Perdriel a revista Le Nouvel Observateur, que comandou até 2008.

Sob a direção de Daniel, Le Nouvel Observateur tornou-se uma grande defensora de causas sociais, como a legalização do aborto ou os direitos dos homossexuais, recorda o site da revista.

Jean Daniel ficou famoso em 1963, ao entrevistar o presidente americano John F. Kennedy, que transmitiu uma mensagem ao cubano Fidel Castro, segundo a L'Obs. Estava ao lado de Fidel em Havana quando ficou soube do assassinato de Kennedy, a 22 de novembro de 1963.

Nascido a 21 de julho de 1920 em Blida, Argélia, Jean Daniel, cujo apelido de nascimento era Bensaid, escreveu o seu primeiro artigo na imprensa em 1954 para a revista L'Express, que o enviou para cobrir a guerra da Argélia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG