"Eunice Muñoz, saúdo você..." A homenagem da atriz brasileira Fernanda Montenegro

Intérprete de dramaturgos como Harold Pinter, Samuel Beckett, Luigi Pirandello, Reiner Werner Fassbinder, Millôr Fernandes e Augusto Boal, Fernanda Montenegro esteve nomeada para o Óscar de Melhor Atriz, em 1999, pelo desempenho no filme "Central do Brasil", de Walter Salles.

A atriz brasileira Fernanda Montenegro destacou esta sexta-feira "a arte de uma grande intérprete" de Eunice Muñoz.

"Eunice Muñoz, saúdo você e o seu ofício de atriz, o dom de carnificar uma dramaturgia escrita", afirma a atriz numa mensagem em vídeo publicada na rede social Facebook.

Emocionada, Fernanda Montenegro explica como "a dramaturgia escrita tem de vir para a verticalidade do palco", para que as personagens se exponham de facto, perante a plateia, o público, e quanto desse processo e do seu humanismo tem de estar presente "na arte de uma grande intérprete" como Eunice Muñoz.

"Isto faz do seu corpo, da sua sensibilidade, da sua alma, um instrumento místico, Eunice, transcendente, que visa, sem trégua, alcançar, através da sua profissão, o que de melhor, como prática, podemos atingir como criaturas humanas, como seres humanos. É o humanismo através da arte de uma grande intérprete, você, querida Eunice", afirma Fernanda Montenegro.

Na mensagem, a atriz brasileira celebra a vida da atriz portuguesa. Jamais a palavra morte é pronunciada, tão pouco alude ao desaparecimento de Eunice Muñoz. Pelo contrário, dirige-se a ela diretamente, celebrando a sua vida. "Portanto viva seu coração batendo, viva sua criatividade indestrutível, viva o seu fôlego, viva a sua eterna inteligência cénica!", afirma Fernanda Montenegro.

Numa conclusão emocionada de gratidão à atriz portuguesa, a atriz brasileira acrescenta: "Bendita, para sempre, para sempre seja a sua arte, bendita seja, para sempre, querida amiga, querida, atriz, você e você. Muito obrigada."

Fernanda Montenegro, de 92 anos, ficou conhecida em Portugal através de telenovelas como "Baila Comigo" e "Guerra dos Sexos", mas soma uma carreira de mais de 70 anos no teatro e no cinema, tendo interpretado as principais dramaturgias, num percurso paralelo ao de Eunice Muñoz, em Portugal, e com uma importância similar, na cultura brasileira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG