Exclusivo Esquemas em pirâmide ponham-se a pau com Kirsten Dunst 

Uma série para revisitar o sonho americano enquanto perigosa ilusão. On Becoming a God in Central Florida, em estreia hoje nos canais TVCine, sonda o funcionamento de um grande esquema.

Quem é que não quer ser rico? Quem é que não deseja o sucesso? Estamos fartos de saber, muito graças ao cinema, que estas são interrogações intrínsecas à cultura americana, e que por vezes assumem a forma de demandas descontroladas. Já vimos no ecrã diversas facetas de tal ânsia de autorrealização. Mais raro é deparar com a sua vertente de culto. Ambientando a ação no início dos anos 1990, a série On Becoming a God in Central Florida (TVCine Emotion, 22h10) despeja os sinais alarmantes dessa expressão de crença religiosa em dez episódios, com personagens sem medo de se sujar para chegar ao topo de um esquema em pirâmide. O tom é satírico mas o drama está inteiro lá dentro, digamos - para usar uma imagem adequada -, como um homem na barriga de um aligátor...

O esquema em causa chama-se FAM (Founders American Merchandise) e é liderado por uma espécie de deus na terra, Obie Garbeau II, cuja voz contamina a atmosfera através das ondas sonoras do rádio do carro ou da aparelhagem caseira, quando as alminhas convertidas não o estão a ouvir no walkman. É uma voz off que se entranha, convertendo em sermões frases roubadas a qualquer livro de autoajuda (do género: "Sorte é algo que tu fazes acontecer") - mas, antes de mais, é uma voz que se paga para ouvir. O Sistema Garbeau lucra mais com as cassetes de pregação que vende aos seus "milionários em potência" do que com os produtos para a casa que estes, supostamente, têm de comprar e revender ad infinitum para ficarem ricos, enquanto recrutam mais fiéis e fazem crescer o culto com reuniões de teor fanático.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG