Domingo de Páscoa: Andrea Bocelli canta sozinho na Catedral de Milão

Bocelli canta este domingo na Catedral de Milão. Os bailarinos do Birmingham Royal Ballet continuam a dançar. E ouça Sofia Dias e Vítor Roriz a cantar um tema de PJ Harvey.

O concerto de Páscoa de Andrea Bocelli

"No dia em que celebramos a confiança numa vida que triunfa, estou honrado e feliz em responder "Sì" ao convite da cidade e da Duomo de Milão." Foi assim que Andrea Bocelli disse "sim" à cidade de Milão e aceitou fazer um concerto muito especial neste domingo de Páscoa: na Catedral de Milão, sem público presente, o cantor italiano será acompanhado apenas pelo organista da catedral, Emanuele Vianelli, que irá tocar um dos maiores órgãos de tubos do mundo. Entre as peças escolhidas não faltarão Avé Maria de Bach/Gounod e Sancta Maria de Mascagni. O concerto será transmitido em direto, às 18.00, no canal de YouTube de Andrea Bocelli.

Dançar enquanto esperamos "um novo recomeço"

O novo diretor do Birmingham Royal Ballet, Carlos Acosta, reformulou o solo The Dying Swan (originalmente coreografado por Mikhail Fokine para Anna Pavlova), e a bailarina principal do BRB, Céline Gittens, executa a peça na sua sala de estar. O tema Le Cygne, de Camille Saint-Saëns, do Le Carnaval des Animaux, é interpretado pelo pianista Jonathan Higgins e pelo violoncelista Antonio Novais. "Esta uma dança sobre a vida e sobre promessass, sobre o fim de algo e o começo de outra coisa. Nestes dias loucos que estamos a viver, todos precisamos de um novo começo", explica Acosta.

PJ Harvey por Sofia Dias & Vítor Roriz

Sofia Dias & Vítor Roriz iriam passar seis meses no Teatro do Bairro Alto, numa estadia a que chamaram Infiltração. Iniciado em janeiro, este processo de experimentação que juntava a dupla de coreógrafos à equipa do TBA foi abruptamente interrompido pela pandemia de covid-19. Recolhidos em casa, Sofia e Vítor vão transformando lentamente a Infiltração planeada. Mas continuam a trabalhar. Para já, fizeram uma versão da canção Desperate Kingdom of Love, de PJ Harvey, que é simplesmente maravilhosa:

Veja aqui mais sugestões culturais para a quarentena.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG