Dois projetos de jornalismo com bolsas Gulbenkian serão publicados no DN

Projetos venceram as primeiras Bolsas de Investigação Jornalística da Fundação Calouste Gulbenkian.

Dois projetos que serão publicados no Diário de Notícias venceram as primeiras Bolsas de Investigação Jornalística da Fundação Calouste Gulbenkian. Entre 75 projetos foi selecionado o projeto do grande repórter do DN, Paulo Pena, a par com o consórcio de investigação Investigate Europe do qual o DN faz parte. Tiago Carrasco e Catarina Fernandes Martins, dois repórteres freelance, colaboradores regulares do DN, ficaram com outra das bolsas.

Os restantes vencedores são Ana Suspiro, António Marujo, Catarina Gomes, Marina Pimentel, Miguel Carvalho, Paulo Barriga, Pedro Miguel Santos, e Vanessa Rato. Estas bolsas foram criadas pela Gulbenkian e foram dadas exclusivamente a candidaturas de jornalistas - e não a órgãos de comunicação social. No entanto, os jornalistas tinham que apresentar garantias de publicação e foi nesse sentido que o Diário de Notícias apoiou várias candidaturas.

O objetivo destas bolsas era a "a promoção da independência na investigação jornalística como contributo para uma sociedade mais informada e, desta forma, mais democrática".O júri foi constituído por jornalistas e professores universitários de jornalismo, António Granado, Cândida Pinto, João Garcia, José Pedro Castanheira e Maria Flor Pedroso. O valor total das bolsas é de 150 mil euros, distribuídos pelos 10 projetos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG