Realizador de cinema Dennis Berry morre aos 76 anos

Nasceu nos EUA, mas desde 1970 vivia em Paris onde esteve casado com duas estrelas da Nouvelle Vague do cinema francês: Jean Seberg e Anna Karina.

O diretor, roteirista e ator americano Dennis Berry, que foi casado com duas estrelas da Nouvelle Vague francesa, Jean Seberg e Anna Karina, morreu este sábado aos 76 anos.

"O diretor Dennis Berry faleceu em Paris no dia 12 de junho às 9.45 horas. Cercado de todo o amor de seus amigos, vai reencontrar Anna Karina", que faleceu em 2019, declarou seu agente Ouarda Benlaala à AFP.

Nascido nos Estados Unidos, Dennis Berry vivia em Paris desde os anos de 1970. Em 1972 casou-se com a atriz americana Jean Seberg, protagonista com Jean-Paul Belmondo no mítico "Acossado" de Jean-Luc Godard, de 1960. O casal já estava separado quando a atriz morreu em Paris em 1979.

Em 1982, Berry casou-se com outro ícone da Nouvelle Vague, a dinamarquesa Anna Karina, que trabalhou em vários filmes de Jean-Luc Godard, incluindo "O Demônio das Onze Horas".

Dennis Berry, filho do também diretor de cinema John Berry, desempenhou pequenos papéis ao lado de grandes estrelas, como Alain Delon ou Jean-Paul Belmondo, e sob a direção de cineastas famosos, como Jules Dassin, Eric Rohmer, Jacques Rivette, Carlo Lizzani, Jacques Deray ou André Téchiné.

Como diretor, assinou em 1975 "The Big Delirium" - seu primeiro filme - com Jean Seberg e Isabelle Huppert. Em 2017, dedicou um documentário à esposa: "Anna Karina, souviens-toi". O seu último filme, "Selvagens", foi lançado em 2019.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG