Cloris Leachman, de "Jovem Frankenstein", morre aos 94 anos

Cloris Leachman, vencedora do óscar de melhor atriz secundária em 1971 pelo seu papel no filme "A Última Sessão", e também de vários Emmys, morreu hoje na Califórnia, aos 94 anos de idade.

Cloris Leachman morreu de causas naturais, acompanhada da sua filha Dinah Englund, na sua casa em Encinitas, confirmou a assistente pessoal da atriz, Monique Moss,.

Apesar de ter sido o papel de uma dona de casa solitária a valer-lhe o óscar em 1971, uma das personagens mais associadas a Leachman é a que desempenhou em "Jovem Frankenstein", Frau Blucher.

Mel Brooks, um dos atores com quem contracenou, recordou Frau Blucher e lamentou na rede social Twitter o desaparecimento de Leachman, que qualificou de "incrivelmente talentosa e insubstituível".

O ator Steve Martin reagiu a morte de Leachman afirmando que a atriz "levou os mistérios da comédia ao pequeno e grande ecrã".

De origens pobres - cresceu nos arredores de Des Moines, Estado do Iowa, numa casa rural sem água onde o pai geria uma serração - Cloris Leachman começou por destacar-se em concursos de beleza, entrando mais tarde na representação.

Alguns dos seus primeiros papéis notáveis foram na popular série "Lassie", como mãe do jovem Timmy, em "Butch Cassidy and the Sundance Kid", onde desempenhou o papel de prostituta, e em "Jovem Frankenstein".

Sobre a diversidade de papéis que aceitava representar, disse numa entrevista em 1973 que não se importava "de parecer feia ou bela".

"Não acho que seja isso a beleza. Num único dia, qualquer um de nós é feio ou belo (...) acredito na magia e sei que é suposto haver uma altura da vida em que é suposto deixarmos de acreditar nessas coisas, mas ainda não cheguei lá", disse.

Ao receber o óscar em 1971 pelo papel em "A Última Sessão", adaptação ao cinema por Peter Bogdanovich do romance de Larry McMurtry, Leachman agradeceu ao pai, o madeireiro Buck Leachman, "que pagava as contas".

A sua carreira televisiva valeu-lhe um total de oito prémios Emmy, os mais recentes em 2002 e 2006 pelo seu papel em "Malcolm in the Middle".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG