Ameaças ao equilíbrio e à saúde dos animais selvagens em discussão

Caçadores reúnem-se a partir de hoje em Badajoz para discutir as ameaças ao equilíbrio natural e saúde dos animais selvagens.

A ANPC, uma das associações parceiras na organização do maior evento de caça na Península Ibérica, surge em destaque nos debates e colóquios sobre o papel da caça como ferramenta de gestão, no encontro que se realiza já a partir de hoje em Badajoz. Caçadores, proprietários rurais e gestores cinegéticos de Portugal e Espanha juntam-se no maior evento de caça da Península Ibérica, a FECIEX - Feira da Caça, Pesca e Natureza Ibérica, que já vai para a sua 28.ª edição.

O encontro, que se prolonga pelo fim de semana, tem ainda lugar para o importante Fórum Ibérico, sob o tema A Caça, Ferramenta de Gestão para o Equilíbrio e a Saúde da Fauna Selvagem: as jornadas organizadas pela ELO (Organização de Proprietários Rurais Europeus), a APROCA (Asociación de Productores de Caza y Conservadores del Medio Natural) e pela ANPC (Associação Nacional de Proprietários Rurais, Gestão Cinegética e Biodiversidade), que contará com uma série de painéis de debate ao longo do dia.

"Estará em discussão o Equilíbrio Natural no primeiro painel, concretamente a forma como os espaços rurais são influenciados pela fauna que ali habita, as relações que os vários animais estabelecem entre si e até outros fatores do meio, como as alterações climáticas e os riscos associados ao desequilíbrio resultante", adianta João Carvalho, secretário-geral da ANPC, que vai ser o moderador deste debate, que contará com a participação de Humberto Delgado Rosa, representante da Comissão Europeia, assim como a presença, ao longo do Fórum, de investigadores Portugueses, como Miguel Bugalho (Instituto Superior de Agronomia) e Yolanda Vaz (Direção de Serviços de Proteção Animal - D.G Alimentação e Veterinária de Portugal) e com a presença do Presidente da Fencaça, Jacinto Amaro, e com a presença do Presidente do INIAV - Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, Dr.º Nuno Canada, na cerimónia de inauguração oficial do Fórum Ibérico.

No terceiro painel do dia, A Caça como Solução, será a vez de António Paula Soares, presidente da associação, subir ao palco. "A caça é uma ferramenta de gestão essencial para evitar uma série de problemas sanitários, a destruição de ecossistemas por espécies invasoras, revestindo-se de importância na procura do equilíbrio natural entre a fauna e a flora. Os caçadores e gestores cinegéticos têm um papel essencial na deteção de problemas de vária ordem, porque são quem está na linha da frente quanto à proximidade com o espaço rural e com os ecossistemas aí inseridos", adianta António Paula Soares.

A Feira da Caça, Pesca e Natureza Ibérica conta ainda com dezenas de stands temáticos de associações de caça, pesca, gestão cinegética, natureza e biodiversidade, para visitar até dia 16.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG