Superlua e eclipse lunar total esta quarta-feira

Maior lua cheia do ano poderá ser vista facilmente a partir da Europa. O mesmo não acontece com o eclipse

A lua cheia desta quarta-feira vai coincidir com a maior lua cheia do ano, a superlua, e também com o primeiro eclipse lunar total desde janeiro de 2019.

Embora a definição varie, diz-se que uma superlua ocorre quando a lua cheia ocorre perto do ponto mais próximo da órbita da Terra. Ou seja, é o momento em que parece que a lua (cheia) está maior.

Nesta semana, o centro da lua estará a 357 462 quilómetros de distância do centro da Terra, o que é aproximadamente 48 mil quilómetros mais perto do que a lua cheia mais distante do ano, que só acontecerá em dezembro.

Já os eclipses lunares totais podem ocorrer apenas quando a lua está cheia, pois exigem que a Terra esteja diretamente entre o sol e a lua. Quando a lua desliza totalmente para a sombra da Terra, adquire uma cor vermelha.

Este eclipse só será visível na costa oeste do continente americano, na costa leste da Ásia e em alguns territórios no Pacífico, não sendo possível vislumbrar a partir da Europa e de África, embora a lua cheia possa ser facilmente vista.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG