O cais do Ginjal oferece a melhor vista para Lisboa.
Premium

almada

O que é que o Ginjal tem? Ruínas e a melhor vista para Lisboa

A língua estreita junto ao Tejo é um espaço cheio de história, degradado, que ainda aguarda o plano de reabilitação.

O cenário é um misto de abandono, degradação e vandalismo com trendy e urban art. O resultado? Um espaço com um charme muito próprio, de onde se tem a melhor vista para Lisboa. O Cais do Ginjal, em Almada, língua ribeirinha junto ao Tejo, vive entre dois tempos - um passado cheio de história e um futuro que teima em ser adiado, mas que promete reabilitar e tornar o velho cais uma zona moderna, com espaços culturais, comércio, serviços e até habitação.

As temperaturas fazem adivinhar a primavera, mas os visitantes do Ginjal - muitos deles turistas que atravessam o Tejo no cacilheiro - neste dia de semana só começam a chegar próximo da hora do almoço. O destino são os dois restaurantes que surgem nos guias como lugares a não perder: do Ponto Final e do Atira-te ao Rio desfruta-se de uma vista de cortar a respiração para Lisboa - à esquerda, da Ponte 25 de Abril até Algés, à direita, do Terreiro do Paço até Santa Apolónia. Antes disso, o espaço é sobretudo aproveitado por quem faz o seu jogging matinal ou pelos pescadores que abancam nos pontões, horas a fio, à espera que o peixe pique, um ou outro casal de namorados.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG