Supa Squad: o esquadrão de dancehall que tem raízes cabo-verdianas

Mr. Marley e Zacky Man são primos e formam os Supa Squad, grupo de dancehall português, um estilo de música oriundo da Jamaica. As suas raízes familiares, porém, vêm de Cabo Verde. Têm ambos 24 anos. Esta sexta-feira atuam no Meo Sudoeste, na Zambujeira do Mar.

Um cresceu a cantar e a tocar reggae nos One Love Family, foi educado segundo os princípios do rastafarianismo em Vila Nova de Poiares, Coimbra, sabe falar melhor patoá jamaicano do que crioulo cabo-verdiano, estudou Design Industrial. O outro nasceu no Mindelo, ilha de São Vicente, Cabo Verde, onde sempre foi habituado a ouvir coladera, morna, zouk, funaná, sabe falar bem crioulo, estudou Ciências Musicais. São primos, têm ambos 24 anos e, desde 2011, os seus destinos cruzaram-se. Mr. Marley e Zacky Man formam os Supa Squad, um grupo de dancehall que promete dar que falar. Apesar de ainda não terem um álbum, já lançaram mais de 20 músicas, a última das quais a 28 de julho: "The One" tem como convidado especial Virgul. Esta sexta-feira atuam no Meo Sudoeste.

"Reggae é coisa que tanto eu como o Zacky já fazemos de olhos fechados. O que tentamos fazer é diferenciar um pouco e fazer um dancehall que não é propriamente o da Jamaica, com raízes mais europeias, africanas, um dancehall mais dançável, uma música mais simpática, mas sem deixar de ter o peso que nós gostamos", explica Mr. Marley, em conversa com o DN no Skate Park do Parque das Nações, em Lisboa. "Temos influência de quase tudo, não só de reggae, de dancehall, mas também de hip hop, de sons africanos. É tudo uma mistura, uma junção de estilos", acrescenta Zacky Man, assinalando Sean Paul como uma das suas maiores influências no dancehall. "Nós estudámos patoá, pois não é a nossa língua. O meu melhor professor foi o Sean Paul, estive ali a ouvi-lo vezes sem conta", diz Mr. Marley, reconhecendo que, um dia, gostavam de ir à Jamaica.

Entre os temas dos Supa Squad que mais gostam destacam "System Ovaload" e "Top General". O primeiro porque foi o primeiro. "Foi um som muito puro", explica Zacky Man. "O segundo porque foi a música da nossa afirmação, quando mudámos o nome para Supa Squad. Então no refrão repetimos várias vezes: Supa Squad, Supa Squad, Supa Squad", acrescenta Mr. Marley. Também gostam muito de "Jah Jah Bless Me", que em 2016 esteve nomeado na categoria de Melhor Música Urbana dos Cabo Verde Music Awards. "Foi a primeira vez que fui a Cabo Verde. Estive em Santiago. Não conheci muito. Mas foi fixe", diz Mr. Marley. "Gostávamos de lá ir como deve ser. Ao festival Baía das Gatas, por exemplo. Há-de acontecer", sublinha o primo, confiante. De Cabo Verde vem a origem destes músicos inspirados nas sonoridades da Jamaica. O pai de Mr. Marley, Kalú do Rosário (entretanto falecido), fundou com Paula os One Love Family. Tiveram quatro filhos e os quatro tocavam na banda. Hoje em dia, além de Marley, também Sali seguiu carreira musical e, além de participar nos Supa Squad, é baterista de Richie Campbell. O pai de Zacky Man é Tony do Rosário e uma das irmãs dele e de Kalú é a cantora Ana do Rosário Firmino, mãe de Boss AC, conhecido músico de hip hop. "É uma família de músicos", dizem, de sorriso leve.

E o rastafarianismo onde ficou? "Eu tive rastas até aos 14 anos e nunca cortei o cabelo. Nessa idade, uns queriam fazer rastas e eu queria era cortar o cabelo. Ser rastafari tem que ver com a maneira de encarar a vida e não com as rastas. Um dia, mais tarde, penso viver a sério a filosofia do rastafarianismo, quando estiver mais estável", afirma Mr. Marley, admitindo que se sente melhor a viver no campo - onde a mãe gere a associação One Love Family - do que na cidade. "Não somos puristas. Mas os nossos guidelines são esses princípios", acrescenta Zacky Man.

Quanto a gravar um álbum, dizem não ter pressa. "Hoje em dia ter um álbum físico é relativo, é tudo muito mais digital", diz Mr. Marley, explicando que ele e o primo produzem e escrevem igualmente músicas para outros artistas. O dancehall também é recente em Portugal. "Quando é algo novo, raramente entra logo. É um estilo alternativo, então tem que ser com calma", diz Zacky Man. Esta sexta-feira atuam no Meo Sudoeste. O que têm a dizer aos fãs que os vão ver no festival da Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar? "Que descansem bem, vão precisar de muita energia", sugerem, entre risos, pois boa energia quase podia ser sinónimo de Supa Squad.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG