Millennium BCP dá 100 mil euros para restauro dos Jerónimos

Protocolo foi hoje assinado. A obra já está a decorrer e deverá estar terminada em 2022.

A Fundação Millennium BCP vai contribuir com 100 mil euros para financiar as próximas fases da obra de conservação e restauro das Abóbadas da Igreja do Mosteiro dos Jerónimos.

A obra foi iniciada em 2012 e deverá estar terminada em 2022 - vai ser feita em 10 fases (cinco interiores e cinco exteriores). Neste momento, duas fases estão já completas e a terceira fase deverá ficar concluída em abril. O custo total da intervenção ronda os dois milhões de euros e, segundo a diretora do Mosteiro dos Jerónimos, Isabel Cruz de Almeida, ainda falta conseguir cerca de um milhão de euros para a intervenção no exterior e 630 mil euros para o interior.

O protocolo assinado esta amanhã entre a Associação World Monuments Fund Portugal e a Fundação Millennium BCP prevê a contribuição desta com 100 mil euros que serão entregues ao longo de cinco anos e que serão uma parte do financiamento necessário para as próximas três fases. "Mas ainda fica faltar muito dinheiro. Esse trabalho de angariação está a ser feito e temos esperança que corra bem", diz a diretora dos Jerónimos.

Apesar das obras, o Mosteiro continua aberto ao público. "Este é um dos monumentos dependente da Direção Geral do Património Cultural que tem mais visitas, e continuam a aumentar", congratula-se Isabel Cruz de Almeida.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG