Frida Kahlo: Pintar com raiva cozinhar com amor

"À Mesa Com Frida Kahlo" é muito mais do que um livro de culinária.

Cozinhar foi uma das grandes paixões de Frida Kahlo. Passar horas na sua cozinha da Casa Azul - hoje museu - a preparar uma refeição que agradasse ao grande amor da sua vida terá sido algo natural e muito gratificante para a pintora mexicana. Mas não foi de todo fácil. Exigiu esforço e aprendizagem, pelo menos durante os primeiros meses de casada. É que Diego Rivera era um "muito bom dente" - bom garfo, como se diz em Portugal -, exigente, portanto, e que tinha ainda o hábito de, ao chegar a casa, "fiscalizar" os pratos que Frida confecionava.

À Mesa com Frida Kahlo, dado recentemente à estampa pela editora Parsifal, não é propriamente a história da aprendizagem de Frida enquanto artista da culinária. É muito mais do que isso. É uma viagem à gastronomia e cultura mexicanas com as suas tradições; é um reviver a vida agitada e profundamente trágica da pintora do olhar triste mesmo quando sorria.

Leia mais na edição impressa do DN e no e-paper

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG