NASA cria equipa para defender Terra de asteroides e cometas

Ilustração mostra impacto de asteroide na Terra

A agência espacial norte-americana está preocupada com um potencial impacto catastrófico de um asteroide

São a causa mais provável para a grande extinção do Cretáceo-Paleogeno, que levou ao desaparecimento dos dinossauros, e uma ameaça à vida na Terra, humanos incluídos. Agora a NASA criou uma equipa para enfrentar este perigo: o Gabinete de Coordenação de Defesa Planetária vai controlar todos os projetos financiados pela agência para detetar e monitorizar os asteroides ou cometas que passam perto da órbita da Terra.

O PDCO (na sigla em inglês) será também responsável por coordenar os esforços intergovernamentais numa resposta a qualquer potencial ameaça de impacto, explicou a agência espacial norte-americana, em comunicado. "Embora não existam ameaças de impacto conhecidas nesta altura, a explosão de Chelyabinsk em 2013 [na Rússia] e a passagem do 'asteroide do Halloween' recordam-nos por que devemos continuar atentos e manter os nossos olhos no céu", disse o administrador da NASA John Grunsfeld.

Cerca de 1500 objetos com trajetórias próximas da Terra são detetados todos os anos - e mais de 13 500 já foram descobertos, no total. Os astrónomos já localizaram mais de 90% dos objetos com mais de um quilómetro e estão agora focados em identificar objetos mais pequenos, à volta de 140 metros de comprimento, que apesar de menores continuam a ser perigosos.

O objetivo da NASA, a longo prazo, é desenvolver tecnologia que permita defletir ou redirecionar objetos que se encontrem em rota de colisão com a Terra. Esse é, aliás, o conceito desenvolvido na missão AIDA, em conjunto com a Agência Espacial Europeia.

Mas mesmo que não seja possível intervir, a NASA terá a responsabilidade de informar as outras agências governamentais sobre o impacto - com previsões de calendário, local e efeitos. E assume também a tarefa de informar o público, para evitar o pânico lançado por notícias falsas.

Relacionadas

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Sociedade
Pub
Pub