Riade, Moscovo, Caracas e Doha acordam congelar produção de petróleo

Objetivo é estabilizar mercado do petróleo, sublinha presidente da OPEP, a Organização de Países Exportadores de Petróleo

Os governos da Arábia Saudita, Rússia, Venezuela e Qatar acordaram hoje congelar a produção de petróleo nos níveis de janeiro, informou o ministro da Energia e Indústria do Qatar e presidente de turno da OPEP.

"Com o objetivo de estabilizar o mercado do petróleo acordámos congelar a produção nos níveis de janeiro", sublinhou o presidente de turno da OPEP (Organização de Países Exportadores de Petróleo), Mohamed Saleh al Sada, durante uma conferência de imprensa em Doha.

Al Sada adiantou que os outros países produtores de petróleo, sejam ou não membros da OPEP, apliquem a mesma iniciativa.

Com este objetivo, o responsável do Qatar anunciou que liderará proximamente uma ronda de contactos com outros países como o Irão e o Iraque.

Na conferência de imprensa também estiveram presentes o ministro do Petróleo e Recursos Minerais saudita, Ali al Nuaimi, o titular da Energia russo, Alexander Novak, e o ministro do Petróleo venezuelano, Eulogio del Pino.

Últimas notícias

Contéudo Patrocinado

Mais popular