Tony Martins é o chef cozinheiro do ano

Chef Tony Martins venceu o concurso chefe Cozinheiro do Ano 2020, uma prova de 10 horas que decorreu esta quarta-feira na Escola de Hotelaria do Estoril

Tony Martins, de 35 anos, é chefe de cozinha do grupo Jase Hotels & Resorts, no Porto, conquistou o primeiro lugar no concurso para de cozinha para profissionais, anunciado na Escola de Hotelaria e Turismo do Estoril.

Tony Martins iniciou a sua carreira com uma formação profissional em restaurante e bar, tendo feito estágios quer em Portugal ou em países como a Letónia e Alemanha.

O seu primeiro trabalho como responsável de cozinha foi no restaurante do Casino da Figueira da Foz. Seguiu-se uma experiência em catering e uma passagem pelo Bronze em Ílhavo

A Escola de Hotelaria e Turismo do Estoril foi o palco da competição que, ontem, arrancou às 10 horas e se prolongou até ao final do dia, com os seis finalistas a confecionarem um menu de sopa, prato de peixe, prato de carne e sobremesa.

O menu que valeu ao cozinheiro a distinção foi composto por: sopa caramela, linguado, bivalves, percebes e coentros; Frango assado e Arroz de miúdos e Pudim das Clarissas e citrinos limonete.

Chef Cristina Fernandes em 2º lugar

O segundo lugar do concurso foi para Cristina Fernandes, 38 anos, cozinheira no restaurante Sála, em Lisboa. O terceiro classificado foi Marco Almeida, 30 anos, subchefe de cozinha do Hotel Quinta das Lágrimas, em Coimbra.

O concurso Chefe Cozinheiro do Ano já premiou nomes da cozinha nacional como Henrique Sá Pessoa, João Rodrigues, Vítor Matos, António Loureiro e Luís Gaspar.

A 31ª edição teve como júris António Loureiro (A Cozinha), Dieter Koschina (Vila Joya), Henrique Sá Pessoa (Alma), Paulo Pinto e Ricardo Luz (Vencedor da edição 30ª edição do Chefe Cozinheiro do Ano). A presidência esteve a cargo do chef António Bóia, do JNcQuoi.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG