Roomba Combo j7. Finalmente um robô que aspira e lava sem deitar uma gota nos tapetes

A marca pioneira de aspiradores autónomos iRobot volta a inovar com o Combo j7, um 2 em 1 que promete resolver um dos maiores problemas dos modelos do género, juntamente com uma atualização de software que vai ajudar os seus clientes a poupar tempo e trabalho.

Aspira, sabendo evitar os obstáculos indesejados. Depois, ativa a mopa e lava - mas apenas se estiver numa superfície que pode levar água. E ao chegar próximo de um tapete ou alcatifa, imobiliza-se e é vê-lo a recolher a mopa sobre si mesmo, num movimento que faz lembrar o sistema dos carros descapotáveis. É desta forma que o iRobot Roomba Combo j7 pode garantir que não molhará tapetes ou alcatifas da casa ou escritório do utilizador.

A novidade, apresentada mundialmente esta terça-feira pela marca de domótica de origem americana - e que o DN teve oportunidade de ver numa demonstração vídeo em primeira mão -, visa resolver os maiores problemas que todas as soluções 2 em 1 até agora apresentavam: ou requeriam intervenção humana, retirando a mopa, para garantir que não se molhavam os têxteis no chão; ou limitavam-se a erguer o pano de limpeza húmida, mas apenas cerca de 5 milímetros, (a distância normal entre o solo e o fundo do aparelho), o que acabava por não ser insuficiente para a maioria dos casos (ao subir o tapete, o robô não consegue deixar de molhá-lo).

Uma vez que passa a mopa para cima do corpo do aspirador, a iRobot evita este último problema. Depois, o conjunto de sensores que permite ao Roomba saber sobre que superfície se encontra, agora com software melhorado [ler mais à frente], bem como uma estratégia de limpeza inteligente, fazem com que - pelo menos potencialmente, ainda não tivemos oportunidade de experimentá-lo - este j7 seja o primeiro 2 em 1 verdadeiramente eficaz e de baixíssima manutenção.

Método: tapetes primeiro, o resto depois

Tal como acontece com a grande maioria dos 2 em 1 já existentes no mercado, a mopa deste novo Combo j7 é manualmente removível, pelo que o aspirador pode ser utilizado como um aspirador-robô comum. Já ligando o acessório de limpeza húmida, que inclui o depósito de água - no qual a iRobot aconselha a usar o seu próprio detergente, mas muitos utilizadores online reportam usar Fabuloso sem problemas, desde que bem diluído - o robô automaticamente entra em modo de aspiração e lavagem.

Aí o método (a não ser que o utilizador intervenha) passa a ser: a máquina aspira tudo o que é tapetes da divisão, prosseguindo só depois para as zonas de piso duro, terminando com a lavagem. É a forma mais eficiente de fazer o trabalho, concluíram os engenheiros.

Novo software, ainda mais "mãos livres"

Também neste dia a iRobot lançou a versão 5.0 do seu software, com novas funcionalidades para os utilizadores e melhorias a nível da inteligência artificial dos aparelhos.

Relativamente a esta última questão, o j7 e outros aparelhos da marca ganham com a inclusão de reconhecimento automático de mais de 80 objetos comuns nas casas, desde fios elétricos a brinquedos de crianças, passando por sapatos, meias, tigelas e caixas de areia dos animais de estimação ou até detritos dos mesmos, de forma a não se "embrulhar todo" em acidentes que podem chegar a ser bem sujos.

Entre as novas funções, destacam-se o aumento de comandos de voz possíveis através de assistentes digitais (Alexa, Google Assistant ou Siri), que segundo o fabricante atinge agora aos 600.

Assim, passa a ser possível por exemplo ordenar aos Roombas compatíveis (j7 e a todos os que têm capacidade de fazer o mapeamento da casa) que vão limpar especificamente em frente ao lava-louças, ou em redor da caixa da areia dos gatos, debaixo da mesa de jantar ou frente ao sofá da sala... e até árvores de Natal - no fundo, nos locais onde habitualmente mais lixo se acumula.

Também é novidade a possibilidade de excluir uma divisão por comando de voz quando se inicia uma rotina de limpeza programada, o que é prático para o caso de, por exemplo, se estar em teletrabalho no escritório de casa e não se querer que o aspirador aí entre nesse momento.

O "combo" promete-lhe 60 dias de paz

O Roomba Combo j7 tem chegada prevista ao mercado nacional já em outubro e estará disponível em duas opções. O j7+, incluirá a base de descarga automática Clean Base - à qual o aspirador se dirige automaticamente quando tem o depósito cheio e para recarregar a bateria, retomando a tarefa se for caso disso.

Este modelo terá um preço recomendado de um euro abaixo dos 1000€. A base, promete o fabricante, tem um saco interno com capacidade para lixo de 60 dias.

Já o j7 apenas, que será exatamente o mesmo aspirador só que sem a base, terá um preço na ordem dos 800 euros.

Ainda que não sejam os modelos mais baratos do mercado - nem se esperava que fossem, tendo em conta toda a tecnologia que incluem -, são sem dúvida preços bem competitivos para máquinas que prometem ainda mais tempo livre e paz de espírito.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG