Receita de filetes de peixe-galo e arroz de tomate e tomilho limão

O chef Vítor Sobral partilha a sua receita de peixe-galo com arroz de tomate. Para fazer em casa e com quantidades suficientes para uma mesa cheia de amigos ou familiares.

Ingredientes:

Para o peixe

2 kg peixe-galo em postas finas

6 dentes de alho laminado

4 folhas de louro

3 dl. de vinho branco

1 dl. de azeite virgem extra

Salsa q.b.

Sal marinho tradicional q.b.

Pimenta de moinho q.b.

Para a fritura

150 gramas de farinha de milho

50 gramas de cogumelos secos

30 gramas de camarão seco

Azeite virgem extra q.b.

Para o arroz

500 gramas de arroz carolino

200 gramas de tomate pelado

300 gramas de pimento vermelho descascado em cubos

80 gramas de bacon

4 dentes de alho laminado

150 gramas de cebola picada

Sumo de tomate q.b.

0,5 dl azeite virgem extra

1 dl de vinho branco

1.8 litros de caldo de galinha

Sal marinho tradicional q.b.

Pimenta de moinho q.b.

1 colher de chá de tomilho limão

Confeção:

Coloque o peixe a marinar numa vinha-d"alhos com os restantes ingredientes durante 20 a 30 minutos.

Triture os cogumelos bem secos e o camarão e envolva com a farinha.
Passe os filetes por uma mistura de farinha de milho, cogumelos secos e camarão seco e frite em banho de azeite.

Aloure em azeite o bacon, o alho, a cebola e os pimentos. Molhe com vinho branco, deixe ferver e adicione o tomate e o sumo de tomate. Tape e deixe cozinhar uns minutos. Junte o caldo e quando levantar fervura adicione o arroz e tempere.

Quando o arroz estiver no final da cozedura, junte o tomilho-limão e retifique temperos.

A acompanhar

O chef aconselha um vinho rosé Quinta de Lemos, Touriga Nacional.

O chef

Vítor Sobral é um dos chefs com maior reconhecimento em Portugal e no estrangeiro. É hoje proprietário e responsável pelas cozinhas de vários restaurantes, como Tasca da Esquina, Peixaria da Esquina e quatro Padarias em quatro bairros de Lisboa (Campo de Ourique, Alvalade, Restelo e Belém). O seu restaurante no Brasil, Tasca da Esquina, aberto em São Paulo desde 2011, foi eleito o melhor restaurante português no Brasil. O chef foi também homenageado em 1999 como Chef do Ano pela Academia Portuguesa de Gastronomia, e em 2006 recebeu o grau de comendador da Ordem do Infante D. Henrique pelo trabalho de divulgação e promoção que fez de Portugal no mundo. Em 2020, abriu, em parceria, o OTRO restaurante, em Lisboa, e mais recentemente o Oficina da Esquina na ilha Terceira, nos Açores.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG