Receita de atum corado, batata doce e molho de gengibre e coco

Esta semana o chef Vítor Sobral partilha a sua receita de atum corado com batata doce. Para fazer em casa e ser acompanhado por um rosé da ilha do Pico.

Ingredientes (para 6 pax)

Creme

120 gramas de tomate pelado

100 gramas de pimento descascado

150 gramas de cebola laminada

2 dentes de alho laminado

25 gramas de gengibre picado

0,5 dl de azeite virgem extra

0,5 dl de vinho branco

0,8 dl de caldo de legumes

400 ml de leite de coco

Sal marinho tradicional q.b.

Pimenta de moinho q.b.

200 ml de molho tomate

Peixe

1,8 kg de atum

1 dl de azeite virgem extra

Sal marinho tradicional q.b.

Pimenta de moinho q.b.

Batata-Doce

Azeite

Sal

Batata-doce

Confeção

Prepare um fundo em azeite com pimento, alho e cebola.

Molhe com vinho branco deixe ferver e adicione o tomate. Junte o caldo de legumes e deixe cozinhar. Tempere com sal e pimenta. Junte o gengibre e o leite de coco, deixe levantar fervura e junte o molho de tomate, retifique temperos, quando tiver tudo cozinhado, leve ao liquidificador e triture até ficar homogéneo.

Tempere o atum com sal e pimenta e core em azeite. Sirva o molho no fundo do prato, corte o atum ao meio e acompanhe com a batata-doce.

A batata doce têm de ser previamente assada a 180 graus durante 35 minutos com a casca.

A acompanhar

O chef aconselha um Etnom Rosé de 2020 para acompanhar a sua receita. Um rosé leve com acidez que só a ilha do Pico, nos Açores, podia dar. ETNOM significa Monte ao contrário.

O chef

Vítor Sobral é um dos chefs com maior reconhecimento em Portugal e no estrangeiro. É hoje proprietário e responsável pelas cozinhas de vários restaurantes, como Tasca da Esquina, Peixaria da Esquina e quatro Padarias em quatro bairros de Lisboa (Campo de Ourique, Alvalade, Restelo e Belém). O seu restaurante no Brasil, Tasca da Esquina, aberto em São Paulo desde 2011, foi eleito o melhor restaurante português no Brasil. O chef foi também homenageado em 1999 como Chef do Ano pela Academia Portuguesa de Gastronomia, e em 2006 recebeu o grau de comendador da Ordem do Infante D. Henrique pelo trabalho de divulgação e promoção que fez de Portugal no mundo. Em 2020, abriu, em parceria, o OTRO restaurante, em Lisboa, e mais recentemente o Oficina da Esquina na ilha Terceira, nos Açores.

filipe.gil@dn.pt

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG