O Produto e quem o trabalha. Evento gastronomico Melting regressa ao Porto

Os chefs nacionais e internacionais vão apresentar e cozinhar alguns dos produtos e receitas que distinguem a gastronomia portuguesa.

O evento gastronómico Melting regressa esta sexta-feira (25 de novembro) e sábado (26 de novembro) ao Mercado do Bolhão, na cidade do Porto. O foco deste ano é o produto e quem o trabalha, e desafia 20 oradores, incluindo chefs nacionais e internacionais, produtores, jornalistas e investigadores, a orientar provas e a participar em conversas e live cookings, nas Melting Table Talks.

Os chefs nacionais e internacionais vão apresentar e cozinhar alguns dos produtos e receitas que distinguem a gastronomia portuguesa, como sopas, azeites, arrozes, pratos de porco e de peixe.

Esta iniciativa conta com sessões que combinam vários chefs, produtores e especialistas como Nuno Castro (Fava Tonka) e Renato Cunha (Ferrugem), André Magalhães (Taberna da Rua das Flores) a cozinhar com Francisco Alves, produtor de excelência de suínos de raça alentejana, o jornalista Edgardo Pacheco e a oleóloga Ana Carrilho, do Esporão, numa prova de azeites com sobremesas, entre outras.

O Melting junta ainda a gastronomia ao vinho, a cargo do enólogo Carloto Magalhães, em que cada prato apresentado vai ser harmonizado com um vinho. No dia 25, por exemplo, vai harmonizar-se com o caldo verde da Natalie Castro, do Isco, com um vinho Vinhas de Côa 2020, ou a feijoada dos chefs Nuno Castro e Renato Cunha com um Quinta Vale de Fornos Touriga Nacional 2016.

Também convidados estrangeiros vão marcar presença como o Projeto A.Mar, do Brasil, que vai trazer a sustentabilidade para a mesa com enchidos de peixe, e os chefs espanhóis Edu Pérez (Tohqa) e Juanlu Fernández (Cañabota), que vão mostrar os seus dotes com os frutos do mar na emergente região da Andaluzia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG