Exclusivo Guia e gala dedicados a Portugal podem trazer mais estrelas Michelin

Os chefs dos restaurantes com novas estrelas celebraram as conquistas, na noite em que Portugal se separou de Espanha no que respeita à organização da gala e do Guia Michelin.

Foi a última vez que os chefs portugueses tiveram de ir a Espanha receber as estrelas Michelin para os seus restaurantes. Na terça-feira à noite, numa cerimónia longa que decorreu no Palácio de Congressos El Greco, em Toledo, o diretor internacional dos Guias Michelin, Gwendal Poullennec, oficializou algo de que já há algum tempo se falava nos bastidores: Portugal e Espanha passam a ter cada um a sua gala e o seu guia Michelin.

Em Toledo, Poullennec, numa gala claramente mais virada para os espanhóis (34 restaurantes premiados em Espanha e cinco em Portugal, sem contar com outras distinções com o mesmo nível de discrepância), sublinhou o envolvimento do Turismo de Portugal para a mudança ter acontecido. No final do evento, Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal disse ao DN que "é um reconhecimento do esforço e da evolução e do prestígio que a gastronomia portuguesa tem atualmente".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG