Corrida. O lado B da apresentadora Isabel Silva

"Sinto-me profundamente livre quando corro".

42 quilómetros e 195 metros é a distância oficial da maratona. Distância que a apresentadora Isabel Silva já correu, oficialmente, oito vezes: duas no Porto, Sevilha, Berlim, Roma, Londres, Nova Iorque e Boston. E, mal a pandemia permita, vai fazer mais. "Entre outras as de Chicago e Tóquio", que lhe faltam no currículo para completar as cinco maratonas mais reconhecidas do mundo. Isabel Silva, que durante dez anos foi uma cara assídua na TVI, começou a correr há sete anos quando um casal amigo desafiou a irrequieta e sorridente Isabel a ir correr para Monsanto depois de uma aula no ginásio.

"A primeira vez corri dez quilómetros. Nunca tinha corrido aquela distância, aliás nem percebia bem o porquê de correr, mas como estava em boa forma física não me custou muito." A partir daí a corrida veio para ficar e tornou-se o seu lado B. Hoje tem um treinador que a ajuda a planificar os treinos conforme a agenda dos seus vários projetos, a saber: o projeto digital dobem.pt na área de desporto, sustentabilidade e alimentação; as barritas e snacks vegan Incribel; o ginásio e-Fit, um centro de eletroestimulação, e a Voa, uma marca de ionizadores e purificadores de água. "Tudo ligado a um estilo de vida de bem-estar e mindfullness que sigo."


Isabel explica que sempre praticou desporto o que a faz sentir-se "genuinamente bem" com a libertação de endorfinas, mas sente-se "profundamente livre" quando corre. E com isso descobriu que gosta de correr distâncias longas, diz que é "tirar prazer da dor". Há que sublinhar que Isabel adora performance e é uma corredora acima da média, "uma atleta de alto rendimento recreativa", frisa.

Já ganhou a Meia Maratona de Setúbal e a corrida de São das Lampas. E isso pode explicar o seu recorde pessoal de três horas e 14 minutos na Maratona do Porto. Não é para muitos, acreditem.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG