Acessórios com a beleza dos glaciares e do mar de gelo

O novo diretor artístico da Montblanc trouxe novidades à marca. O luxo continua lá mas também há peças para um cliente mais jovem e ativo.

O luxo é a palavra que melhor se encaixa nas novidades da Montblanc. A beleza dos glaciares e do mar de gelo chegam em forma de relógios, canetas e malas. Marco Tomasetta, o novo diretor artístico da marca, veio revolucionar as novas coleções e um dos exemplos disso é a Glacier, uma linha inspirada na beleza natural dos glaciares.

Utilizando o modelo clássico da marca, o meisterstuck, estão disponíveis três canetas Glacier: a de aparo tradicional, a esferográfica e a rollerpoint, um tipo de caneta com a ponta mais fechada, mas com quatro designs. Três são em resina azul e branca e a outra é metade em resina e metade tem um efeito reflexivo e geométrico. O reflexo com azul claro de glaciar lembra o espírito aventureiro, as montanhas e o gelo. O aparo da caneta é feito à mão em ouro maciço e nele está gravado o "dragão" do mar do gelo. O preço destas canetas varia entre os 650 e os 1.710 euros.

O relógio traz para a coleção um lado mais desportivo, um design que imita os relógios de mergulho. Este está disponível em três cores diferentes: azul, preto e verde. O mostrador lembra as profundezas do mar e o próprio gelo, uma característica que é possível encontrar em qualquer peça desta coleção. A sua textura foi conseguida através de uma técnica ancestral quase esquecida chamada gratté-boisé. Consoante as cores, o preço está entre 2.840 e 3.050 euros.

Ainda para fazer um conjunto com a caneta e com o relógio, a Montblanc lançou uma coleção "cápsula" de malas e acessórios para um público mais jovem. Esta inclui uma mochila, bolsa de cintura, carteira e uma pasta. Os tons de azul e preto do tecido tem ligação aos glaciares e a marca arrisca com um conceito diferente de alpinista para o fecho. Os preços variam entre os 260 e os 1.230 euros. "O nosso diretor criativo desenvolveu e patenteou. Este novo fecho vai estar presente nas novas coleções. É uma onda mais desportiva e diferente para dar algum dinamismo à marca", explica Ana Adanjo Martins, coordenadora de marketing da Montblanc, em conversa com o DN.

Linha mais jovem

Ainda nesta linha de acessórios, o novo diretor criativo trouxe outra novidade: a meisterstuck soft, cujo nome vem da textura mais suave e maleável das peças. Outra diferença são os elementos e funcionalidades de organização, como os compartimentos na parte exterior da peça, em vez de estarem no interior como é habitual. Uma linha vista como ideal para alguém mais ativo. O emblema da marca nesta coleção é maior do que é nas coleções anteriores e o fecho da mala é em formato de aparo de caneta, uma referência aos materiais de escrita da Montblanc. As peças variam entre os 300 e os 1.650 euros.

"Esta coleção visa, acima de tudo, criar uma experiência prática e contínua para um cliente Montblanc mais jovem, proporcionando-lhe acesso mais fácil ao que precisa no lado de fora da mala. As formas são modernas e arrojadas, e a pele macia mate realça a aparência, sem que as peças percam a forma", explica Marco Tomasetta, diretor artístico da Montblanc.

Outra novidade da marca é a nova Donation Pen que faz uma homenagem ao compositor polaco e pianista Frédéric Chopin. "As canetas são sempre peças associadas aos bons momentos da vida de uma pessoa. Servem de prenda para os noivados, fim de curso ou quando há uma mudança na vida profissional", afirmou a coordenadora de marketing.

Este modelo de material de escrita é lançado a cada três ou quatro anos com músicos clássicos mundialmente famosos. Esta caneta pretende apoiar projetos culturais. De formato quadrado tem elementos identificativos do compositor como o clipe de platina, que faz lembrar uma tecla de piano. O anel da tampa dourado tem gravado notas musicais do tema Noturno em Si bemol menor, Op. 9, No.1, que foi publicada em 1832. A tampa e o corpo do material de escrita são feitos de resina preta combinada com platina. O aparo artesanal é de ouro com o retrato de Frédéric Chopin. A caixa da caneta tem um pequeno bloco de notas decorado com notas musicais. Este modelo está disponível em caneta de aparo tradicional e caneta esferográfica, sendo que o preço varia entre 540 e 790 euros.

mariana.gonçalves@dn.pt

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG