Vento forte obriga avião da TAP a abortar aterragem em Manchester

Tempestade Deirdre provocou ventos acima dos 50 quilómetros por hora o que dificultou chegada à pista. Voo da companhia portuguesa aterrou à segunda tentativa

Um avião da TAP só conseguiu aterrar no aeroporto de Manchester à segunda tentativa devido aos ventos fortes que se fizeram sentir nesta cidade durante este sábado. O A320, que tinha saído de Lisboa, fez uma primeira aproximação à pista mas acabou por ter de abortar a aterragem como mostram as imagens divulgadas pelo canal de YouTube Aviation UpClose.

O Reino Unido e a Irlanda tem estado este fim de semana afetados pela tempestade Deirdre, com ventos acima dos 50 quilómetros por hora, o que provocou muitas dificuldades aos pilotos. No caso da TAP, o avião ainda tocou com as rodas na pista, mas acabou por ter de levantar voo e só na segunda passagem conseguiu aterrar.

No vídeo divulgado pelo canal pode ver-se que também os pilotos de um avião da Austrian (companhia de bandeira da Áustria) foram obrigados a uma segunda tentativa para se imobilizar na pista.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG