Tigre em zoológico de Nova Iorque testa positivo para novo coronavírus

Nadia, um tigre fêmea de quatro anos, poderá ser o primeiro animal infetado de que há registo nos EUA . As autoridades garantem que está a recuperar.

Um tigre do jardim zoológico do Bronx, em Nova Iorque, testou positivo para covid-19, informou a instituição no domingo. O zoo acredita que o animal tenha contraído o vírus de um tratador que estava infetado, embora estivesse assintomático. De acordo com o site do Departamento de Agricultura dos EUA, "não houve relatos de animais de estimação ou outros animais" nos EUA que adoeceram devido ao novo coronavírus. Este pode ser o primeiro caso.

Trata-se de um tigre fêmea malaio de quatro anos, chamado Nadia. Assim como a sua irmã, Azul, dois tigres de Amur e ainda três leões africanos, começou a desenvolver tosse seca, levantando suspeitas para o novo coronavírus. A Sociedade de Conservação da Vida Selvagem, que administra os jardins zoológicos da cidade, garante que os animais estão a recuperar.

"Testámos o tigre com muita cautela", garantiu a sociedade, em comunicado enviado à AFP. "Embora tenham registado alguma quebra no apetite, os tigres estão bem e sob cuidados veterinários. São brilhantes, estão alertas e interativos com os seus criadores", acrescentou.

A instituição espera "que qualquer conhecimento adquirido sobre a covid-19 contribua para a contínua compreensão mundial sobre o novo coronavírus". Até porque "não há evidências de que os animais tenham um papel na transmissão do covid-19 para outras pessoas, além do caso conhecido do mercado de Wuhan [e que originou a transmissão do vírus pelo mundo], e nenhuma evidência de que qualquer pessoa tenha sido infetada com covid-19 nos EUA por animais, incluindo cães ou gatos de companhia", esclarece o zoo.

Até agora, também "não se sabe como esta doença se desenvolverá em grandes felinos, já que espécies diferentes podem reagir de maneira diferente a novas infeções". As autoridades continuarão a "monitorizá-los de perto".

Todos os quatro zoológicos e o aquário de Nova Iorque - cidade cujo número de mortes pelo novo coronavírus superou os 4 mil - estão fechados desde 16 de março. O zoológico do Bronx disse que estão em prática medidas preventivas para os cuidadores e todos os tigres dos jardins zoológicos da cidade.

No final de março, um gato de estimação foi descoberto infetado com o novo coronavírus na Bélgica, após casos semelhantes em Hong Kong, onde dois cães apresentaram resultado positivo para covid-19. Acredita-se que todos esses animais tenham contraído o vírus das pessoas com quem vivem.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG