Ordem paga 36 mil euros de patrocínio para ter enfermeira em novela da SIC

A bastonária Ana Rita Cavaco explicou ao DN que o contrato assinado obedece a uma estratégia de comunicação para valorizar a profissão de enfermeiro, representada na telenovela Nazaré pela atriz Liliana Santos.

A Ordem dos Enfermeiros assinou um contrato com a produtora que produz a telenovela da SIC, Nazaré, no valor de 36 080 euros, acrescido de IVA, para patrocinar um personagem que representa a profissão de enfermeira social, um papel desempenhado pela atriz Liliana Santos.

Este acordo está a gerar polémica na classe, tendo recebido várias críticas nas redes sociais entre as quais de Mário A. Macedo, enfermeiro, que no Twitter publicou o contrato, que se encontra no portal de divulgação dos contratos públicos (BASE), e lançou uma questão: "Se isto não é gestão danosa não sei o que é. Não há mais nada onde 36 mil euros do nosso dinheiro seja mais útil. É numa telenovela? E ainda têm o descaramento de enviar por e-mail a pedir aos Enfermeiros que vejam a telenovela?!"

Ana Rita Cavaco, bastonária da Ordem dos Enfermeiros, contactada pelo DN, explicou que se trata de uma ação que "tem a ver com a estratégia de comunicação que tem vindo a ser implementada em vários meios de comunicação e através de spots publicitários", adiantando essa estratégia tem um propósito: "Queremos dar mais visibilidade a uma profissão tão importante como a nossa e não é por acaso que enfermeiro foi a palavra mais utilizada no ano passado."

A bastonária lembrou ainda que esta é a segunda vez que a Ordem dos Enfermeiros se associa a uma telenovela da SIC. "Na novela Terra Brava demos um patrocínio técnico, não monetário, para que os personagens desempenhassem um papel mais fidedigno com aquilo que é o dia a dia da atividade de enfermeiro", adiantou, explicando o processo que levou ao patrocínio de Nazaré: "Fomos contactados pela produtora, que nos propôs o valor e, depois de decidirmos aceitar, seguimos todos os procedimentos da contratação pública."

Ana Rita Cavaco explicou ainda ao DN o que esteve na base da decisão de avançar para este patrocínio. "O facto de a atriz Liliana Santos representar uma enfermeira da área social foi decisivo porque é um setor que não é muito valorizado, mas que é muito importante e tem profissionais a ganhar 800 euros líquidos de ordenado. No entanto, não são enfermeiros de segunda. Como as telenovelas têm uma grande audiência e impacto na sociedade, queremos que as pessoas estejam informadas sobre esta realidade por forma a pressionarem o poder político para que assim possam melhorar a situação profissional desses enfermeiros", explicou.

No que diz respeito à polémica que está a gerar na comunidade dos enfermeiros, a bastonária destacou que tem a ver com o facto de estarem marcadas eleições na Ordem para o dia 9 de novembro. "Temos uma oposição que está a organizar-se e que não concorda com aquilo que temos feito desde que assumimos a direção da Ordem dos Enfermeiros", justificou.