O homem que morre se apanhar sol já pode passear na rua

Doença rara obrigava homem alérgico à luz solar a viver de noite e a dormir de dia para evitar queimaduras e até a morte.

"Nunca pensei que fosse possível", exclamou Alex, quando saiu de casa ao meio-dia. Um ato banal que, desde bebé, Alex não podia fazer sem qualquer proteção: este britânico tem uma alergia à luz do Sol e qualquer exposição solar poderia matá-lo.

Agora, uma artista britânica, Zoe Laughlin, inventora e fabricante de materiais, como a própria se descreve, criou uma "segunda pele" para Alex e foi com esse novo rosto que o homem saiu de casa ao meio-dia, como revelou uma reportagem de um programa da BBC2, Inventing the Impossible (inventar o impossível).

Na sua conta do Twitter, Zoe - que foi desafiada a criar esse "impossível" - publicou um post, na passada quinta-feira, a antecipar a reportagem, em que dizia "naquele que se prevê ser o dia mais quente do ano, tenha em atenção isto: Alex é 10 000 vezes mais sensível ao Sol do que você ou eu."

Os pais de Alex já tinham ensaiado uma alternativa, uma viseira que o protegia, mas o material rasgava-se rapidamente. Além do mais, a viseira distorce a visibilidade, como explicou o próprio Alex a Zoe. "E é quente", notou a artista, que também experimentou a viseira.

No lançamento da reportagem, publicado no site da BBC, Alex diz que gostava de ser outra pessoa mas que não podia evitar esta sua condição.

O homem nasceu no mês de março e, logo depois, no feriado do 1.º de Maio, os pais descobriram que o seu bebé tinha um problema, quando ficou com o rosto queimado. "Os médicos disseram-nos que a única forma segura era ele viver de noite e dormir de dia", conta a mãe à reportagem. "Nos primeiros anos tínhamos sempre as cortinas corridas e eu ficava aqui dentro a chorar com ele e o mundo continuava lá fora", acrescenta.

Zoe avançou então para a criação da máscara e apresentou a sua solução a Alex, antecipando que estava muito nervosa. "Estou de facto preocupada. Estou preocupada que tenha ido longe demais", confessou à BBC2. Quando a artista retirou da caixa a "segunda pele" para Alex, a mãe ficou espantada pela verosimilhança das feições. "Oh meu Deus", exclamou.

E Alex saiu para o quintal de sua casa. "O Alex nunca esteve cá fora à luz do dia, ao meio-dia", apontou a mãe. "Nunca pensei que fosse possível", completou Alex.

Exclusivos