Nuno Santos assume direção de programas da TVI e substitui Felipa Garnel

O jornalista Nuno Santos vai assumir a direção de programas da TVI nas próximas semanas, substituindo Felipa Garnel no cargo, após quase seis meses em funções, anunciou a empresa. Deixa a direção-geral do Canal 11, que será ocupada por Pedro Sousa

"Nuno Santos é um dos mais experientes profissionais de televisão em Portugal, tendo iniciado o seu percurso como jornalista e 'pivot' de televisão na década de 90, integrando o núcleo fundador da SIC, a primeira estação privada em Portugal", refere a TVI, no comunicado, recordando que o jornalista "foi também o primeiro diretor da SIC Notícias".

Nuno Santos, que estava na direção-geral do Canal 11, lançado no ano passado pela Federação Portuguesa de Futebol, considera que "a oportunidade de liderar a programação na TVI e ajudar a acelerar a transformação digital do meio televisivo de língua portuguesa é o desafio mais estimulante do mercado dos media".

O ano "2020 será um ano de mudança. A TVI será diferente e inovadora. Estará na vida dos portugueses. Conto com todos. Conto com a experiência dos que estão e com a irreverência dos que vão chegar", afirma o profissional, citado no comunicado.

A Media Capital, dona da TVI, tinha anunciado Felipa Garnel como diretora de programas em julho do ano passado, numa aposta para voltar à liderança das audiências.

No entanto, a SIC encerrou 2019 na liderança das audiências televisivas, posição que não ocupava há 15 anos, com 19,2% de 'share', mais 3,6 pontos percentuais do que a TVI, que ficou em segundo lugar.

No comunicado divulgado, a Media Capital agradece a "Felipa Garnel que, nestes últimos meses, deu o seu melhor, num momento muito particular, para que a TVI continue a manter a preferência de milhões de portugueses", bem como também a "toda a colaboração da Federação Portuguesa de Futebol, parceiro de negócios da Media Capital, que na gestão deste processo sempre mostrou uma postura de total lisura e colaboração".

O anúncio de Nuno Santos para a direção de programas da TVI acontece no mesmo dia em que a SIC divulgou a contratação de Ricardo Araújo Pereira, incluindo o programa "Governo Sombra", para o canal do grupo Impresa.

O 'mercado das transferências' está aberto, numa altura em que a TVI está a ser comprada pelo grupo Cofina, dono do Correio da Manhã, entre outros títulos.

Há cerca de um ano, mais precisamente em 07 de janeiro, a apresentadora Cristina Ferreira -- que protagonizou uma transferência de peso da TVI para a SIC --, arrancava com o "Programa da Cristina", o qual contribuiu para liderança da SIC nas audiências.

Por outro lado, a Federação Portuguesa de Futebol anunciou esta sexta-feira que o sucessor de Nuno Santos vai ser Pedro Sousa, que até agora era coordenador de conteúdos do canal. O pivô vai assumir as novas funções na próxima semana.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG