Novos carros elétricos na Europa têm de fazer ruído

Todos os veículos elétricos, cujo silêncio é visto como ameaça à segurança de peões e ciclistas, obrigados a usar emissores de som na UE a partir de 2021.

Carros elétricos novos de quatro rodas que circulem nas ruas europeias têm de usar, a partir desta segunda-feira, emissores de som que sejam ativados sempre que os veículos circulem a menos de 19 km/hora.

O chamado Sistema de Alerta Acústico do Veículo (AVAS, sigla em inglês) destina-se a evitar que peões e ciclistas sejam surpreendidos - ou atropelados - pela aproximação de carros elétricos e híbridos que são praticamente silenciosos a baixa velocidade, segundo noticia a BBC.

Essa obrigatoriedade estende-se a todos os veículos elétricos a partir de 2021, com os já em circulação a terem de ser equipados com dispositivos para esse efeito.

Contudo, há defensores das formas de mobilidade elétrica que defendem que os veículos elétricos emitam sons independentemente da velocidade a que circulem, por considerarem que o som que atualmente produzem a partir dos 19 quilómetros continua a ser demasiado baixo.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG