NASA lança satélite Icon para estudar a zona de fronteira com o espaço

A agência espacial norte-americana lançou um satélite na noite de quinta-feira para explorar a misteriosa região dinâmica onde a atmosfera terrestre se encontra com o espaço, a ionosfera.

O satélite, chamado de Icon, abreviação de Ionospheric Connection Explorer, foi lançado em órbita, após um atraso de dois anos, a partir de um avião em voo sobre o Atlântico, junto à costa da Florida.

O Icon vai estudar o brilho aéreo formado a partir de gases na ionosfera e também medirá o ambiente carregado em torno do satélite a 580 quilómetros de altura.

Há muita atividade que necessita de ser estudada na ionosfera, uma das camadas da atmosfera terrestre, "a fronteira com o espaço", explicou o diretor da divisão de heliofísica da NASA, Nicola Fox.

O Icon "é um laboratório de física notável", afirmou por seu turno o cientista Thomas Immel, da Universidade da Califórnia, em Berkeley, que supervisiona a missão de dois anos.

Um satélite da NASA lançado no ano passado, Gold, também está a estudar a atmosfera superior, mas a partir de um patamar mais elevado.

Estão previstas mais missões nos próximos anos para estudar a ionosfera, incluindo a partir da Estação Espacial Internacional.

Exclusivos

Premium

Contratos públicos

Empresa que contratava médicos para prisões não pagou e sumiu

O Estado adjudicou à Corevalue Healthcare Solutions, Lda. o recrutamento de médicos, enfermeiros, psicólogos e auxiliares para as prisões. A empresa recrutou, não pagou e está incontactável. Em Lisboa há mais de 30 profissionais nesta situação e 40 mil euros por pagar. A Direção dos Serviços Prisionais diz nada poder fazer.