Metálicos brasileiros dão nome a vinho alentejano

Sepultura, uma das bandas mais conhecidas de death e thrash metal, dá nome a dois vinhos alentejanos.

A banda brasileira de death e thrash metal Sepultura dá o nome a dois vinhos: Sepultura branco e Sepultura tinto. Estes foram apresentados no final de dezembro em Amesterdão e já tinham estado em prova na edição do ano passado do Rock in Rio Lisboa.

Este projeto resultou das vontades da banda, da editora MusiConsult, do produtor alentejano Roquevale e dos importadores holandeses Drankgigant, segundo noticia o site da Vinhos do Alentejo.

A divulgação destes vinhos a que a banda criada em 1984 dá nome destaca as qualidades do grupo fundado pelos irmãos Max e Igor Cavalera - o ritmo, poder e fogo - como as que um bom vinho deve possuir.

Estes vinhos são produzidos a partir de uvas cultivadas e envelhecidas no Alentejo e desprovidas de aditivos químicos, garante a Comissão Vitivinícola Regional Alentejana.

Esta não é a primeira vez que um grupo se associa a um produtor para dar nome a um vinho. Em 2011 a Herdade São Miguel da Casa Agrícola Alexandre Relvas assinalou os 30 anos de carreira dos Xutos e Pontapés com o lançamento de um vinho tinto alentejano - da colheita de 2009 - que foi distinguido com o selo de garantia Uva de Ouro em 2015.

No ano antes tinha recebido uma medalha de ouro no Decanter World Wine Awards que teve lugar em Londres.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG