Facebook admite falha no Messenger e Instagram, pede desculpa e diz que já resolveu

Durante a manhã vários milhões de utilizadores na Europa e em Portugal tiveram problemas nos serviços de mensagens que pertencem ao Facebook, o Messenger e a área de mensagens do Instagram e do Workplace. Problema já foi resolvido.

Quando há uma interrupção nos serviços ligados ao Facebook (que é dono do Instagram e WhatsApp) o difícil é ninguém reparar, até porque o Facebook terá perto de 7 milhões de utilizadores em Portugal e o Instagram rondará já os 4,5 milhões (dados do Statista). Uma indicação clara da forma como o serviço é visto como uma utilidade para a maioria, mas também que também pode validar as críticas de monopólio, entre outras, das autoridades europeias relativamente à empresa de Mark Zuckerberg.

Esta manhã foram os serviços de mensagens ligados ao Facebook - a exceção foi o WhatsApp, que já tem mensagens encriptadas há muito - e estarem em baixo, com os utilizadores a não conseguirem enviar ou receber mensagens desde as 9h30 da manhã.

Além das queixas dos utilizadores, o site especializado em falhas deste tipo Downdetector mostrava mesmo que o problema atinge toda a Europa.

Em resposta ao DN/Dinheiro Vivo, um porta-voz oficial do Facebook admite o problema. "Esta manhã, algumas pessoas tiveram problemas em enviar e receber mensagens no Messenger, Instagram ou no Workplace Chat ", explica a empresa, que acrescenta: "o problema foi resolvido e pedimos desculpa por qualquer inconveniente".

O que a resposta não indica, apesar do DN/DV ter perguntado, são os motivos para o problema, isto numa altura onde os ciberataques têm aumentado um pouco por todo o mundo, com a aceleração digital (com mais utilizadores online) provocada pela pandemia.

O problema pode estar relacionado com o processo que o Facebook já anunciou há vários meses de integração entre os seus serviços de mensagens. Enquanto o WhatsApp já tem mensagens encriptadas há bastante tempo, Messenger e Instagram ainda não as têm e começaram também o tal processo de integração entre mensagens, para que uma mensagem vista no Instagram possa ser respondida pelo Messenger, por exemplo.

João Tomé é jornalista do Dinheiro Vivo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG