Junho: o mais quente de sempre na Europa, mas "muito frio" em Portugal

Foi o junho mais frio desde 2000 no território do continente.

"Muito frio". É assim que foi classificado o mês de junho em Portugal continental. Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o mês de junho foi o mais frio desde 2000 e o 13.º mais fresco desde que há registos - um acentuado contraste com o resto da Europa, que na globalidade viveu o junho mais quente, segundo dados do serviço europeu Copernicus sobre as mudanças climáticas.

O valor médio da temperatura média do ar, que ficou nos 18,9 °C, ficou mais de um grau abaixo do normal. E o valor médio da temperatura mínima foi de apenas 11,66°C, quase dois graus abaixo do normal.

Apesar de o mês ter sido "muito frio", houve alguns dias excecionalmente quentes, sendo de salientar que no dia 1 o valor médio em Portugal continental foi de 33,3°C, mais oito graus em relação ao valor normal, aponta on IPMA.

Em relação à precipitação, o IPMA considera o mês "normal", embora o Sul tenha registado valores inferiores ao esperado, em particular o interior do Baixo Alentejo e a região do Algarve. Assim, 34% do território estão em situação de seca severa ou extrema e outros 23 % em seca moderada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG