Universidade Católica investe três milhões em apoio social aos alunos

Bolsas de mérito ou apoio a alunos com dificuldades. Universidade Católica tem vários programas de ajuda aos estudantes que a escolhem para frequentar o ensino superior

A Universidade Católica (UC) premiou 961 alunos com bolsas de mérito no ano letivo de 2017/18. Um investimento que rondou 1,5 milhões de euros e que teve como objetivo reconhecer a excelência académica dos estudantes que escolheram esta universidade para prosseguirem os seus estudos no ensino superior.

Inserida numa estratégia de incentivo aos alunos com maiores dificuldades a UC tem, desde 2016, apoiado um grupo de 142 estudantes que frequentam Medicina Dentária em Viseu e que estavam integrados num contrato programa entre o Estado português e esta universidade.

O compromisso passava pelo subsídio das propinas, o que o Estado deixou de fazer, segundo informação da universidade avançada ao DN.

Assim, a Católica decidiu assumir esse apoio - "coerente com o princípio de não gorar as dignas expectativas das famílias dos estudantes admitidos à universidade neste quadro e ainda da necessidade de apoiar a fixação no interior do país", adiantou fonte oficial da universidade - entre 2015 e 2018 assumido o pagamento de 945 mil euros. Para o ano letivo que está a começar serão 251 mil euros.

Além deste apoio, a universidade tem ainda ajudas diretas aos alunos no valor de cerca de 400 mil euros do seu orçamento a que junta as bolsas neste âmbito social pagas pela Direção-Geral do Ensino Superior. No total são 1,5 milhões disponibilizados em cada ano letivo.

Na nota enviada ao DN, a UC frisa que o valor total do apoio social que presta é de 3,2 milhões de euros.

Ler mais

Exclusivos