Sardenha vive a pior invasão de gafanhotos dos últimos 60 anos

Ilha italiana invadida por gafanhotos. Já há plantações atingidas e casas também. De acordo com a comunicação social local, esta é a pior praga os últimos 60 anos.

Enxames de gafanhotos estão a invadir a Sardenha e já atingiram a província central de Nuoro, destruindo plantações e atacando casas em Ottana e Orani.

De acordo com as autoridades locais, mais de 2000 hectares de terras agrícolas já foram destruídos por verdadeiros "cobertores" de insetos.

Esta invasão tem sido associada a um aumento recente das temperaturas após meses de muito frio na ilha. "Há milhões no campo", garante a Associação de Produtores italianos Coldiretti, em comunicado divulgado esta segunda-feira.

"Os gafanhotos emergem em terras não cultivadas, mas depois vão para terras cultivadas para comer", refere a associação, acrescentando haver já pouco a fazer para remediar a situação.

O jornal nacional La Stampa dá conta de que já foram afetadas 12 herdades, com pastagens de animais e "pouca coisa para a colheita".

Os gafanhotos aparecem geralmente nesta ilha mediterrânea nos meses de verão, entre junho e agosto, mas não como este ano.

Mas a Itália está a lutar também ao norte do continente contra uma praga de percevejos, que estão a destruir árvores de frutos, informou a Associação de Produtores Coldiretti.

Ler mais

Exclusivos